Proteja sua lavoura com nitrogênio Paulista, Pernambuco

Conheça no artigo abaixo as formas de nitrogênio. Veja uma breve análise sobre o nítrico e amoniacal. As plantas utilizam duas formas de nitrogênio: o nítrico (NO3-) e o amoniacal (NH4+) .

Cristovao Bar
(81) 3469-1532
av Pres Kennedy, 72 Jaboatão dos Guararapes
Jaboatão dos Guararapes, Pernambuco

Dados Divulgados por
Bar da Noemia
(81) 3479-1010
Tv Pescador, 120 Jaboatão dos Guararapes
Jaboatão dos Guararapes, Pernambuco

Dados Divulgados por
Brazao Bar e Restaurante
(81) 3361-7651
r Felício Barros M Correia, 4500 c A Jaboatão dos Guararapes
Jaboatão dos Guararapes, Pernambuco

Dados Divulgados por
Bar da Creuza
(81) 3476-2728
Tv Dr Gonzaga Maranhão Pr, 805 Guararapes
Jaboatão dos Guararapes, Pernambuco

Dados Divulgados por
Bar do Zezinho
(81) 3469-4623
r Prof Sílvio Rabelo, 852 Jaboatão dos Guararapes
Jaboatão dos Guararapes, Pernambuco

Dados Divulgados por
Bar Pedritos
(81) 3469-7099
av Pres Castelo Branco, 7896 Jaboatão dos Guararapes
Jaboatão dos Guararapes, Pernambuco

Dados Divulgados por
Bar e Restaurante Carlao
(81) 3473-1486
r Hermano Barros Silva, 435 Candeias
Jaboatão dos Guararapes, Pernambuco

Dados Divulgados por
Caldinho do Beto
(81) 3361-7651
r Parnamirim, 60 Barra de Jangada
Jaboatão dos Guararapes, Pernambuco

Dados Divulgados por
Panela de Barro
(81) 3468-3100
r Hidrolândia, 222 lj 22 Jaboatão dos Guararapes
Jaboatão dos Guararapes, Pernambuco

Dados Divulgados por
Ninfas Clubes
(81) 3461-9222
av Zequinha Barreto, 387 Piedade
Jaboatão dos Guararapes, Pernambuco

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Proteja sua lavoura com nitrogênio

As plantas utilizam duas formas de nitrogênio: o nítrico (NO3-) e o amoniacal (NH4+) . O nítrico é a forma mais comum de absorção. Encontramos processos de nitrificação e denitrificação.

Nitrificação : é a conversão do nitrogênio amoniacal em nítrico pela ação de bactérias :

O nitrogênio nítrico que pode ser tóxico, para algumas plantas, existe apenas durante um período curto de tempo. Os íons H+ contribuem para acidificar o solo resultante da aplicação de nitrogênio amoniacal. A nitrificação tem um efeito acidificante. Dizem que para cada quilo de N amoniacal aplicado são necessários 2 quilos de calcário. O sulfato de amónio exige 5 quilos devido à presença do íon sulfato. Em temperaturas baixas a nitrificação é lenta e pára a zero grau.

Denitrificação : é o inverso da nitrificação. Sob condições de solo inundado ou anaeróbias algumas bactéria utilizam o N do nitrato com a mesma finalidade do oxigênio.

Apenas o N nítrico pode ser denitrificado. O N amoniacal nunca. Por isto deve-se usar nas lavouras de arroz irrigado, somente o N amoniacal. O maior produto da denitrificação é o N elementar que constitui quase 90% do produto. O pH alto, temperaturas mornas, população alta de bactérias favorece a denitrificação. Em solos inundados é comum as plantas apresentarem um amarelecimento das folhas. Neste caso, deve-se fazer uma reposição de N, quando o solo secar, para repor as perdas de nitrogênio.

N nítrico (NO3-) É a forma carregada negativamente:
1. esta forma não é rapidamente absorvida pelo solo e por isto é facilmente percolada;
2. em solos encharcados sofre a denitrificação perdendo N para o ar na forma de gás;
3. é a forma mais usada pelas plantas em grande quantidades;
4. é fixada pelos microorganismos.

N amoniacal (NH4+) É a forma carregada positivamente:
1. facilmente absorvido pelo solo. Sofre muito pouco com a percolação;
2. acima de 10 ºC é nitrificado facilmente passando para NO3;
3. pode sofrer fixação por alguns minerais tornando-se não disponível;
4. no solos alcalinos pode formar amônia que é perdida para o ar;
5. é prendido pelos microorganismos do solo.

Perdas de N do solo . Pode ser tanto o N do solo como o proveniente de fertilizantes:
1. perdas por erosão. A terra carrega o nutriente por estar preso a sedimentos;
2. perdas de nitratos na solução do solo por corrimento superficial ou por percolação;
3. perdas por denitrificação - solos alagados, encharcados;
4. por volatilização da amônia - solos alcalinos

Clique aqui para ler este artigo na Agronomia Com Gismonti