Melhore a produtividade nos canteiros de obras Caruaru, Pernambuco

A indústria da construção civil vem crescendo ao longo dos anos e, com isso, também é crescente o aumento da competitividade. Com o passar do tempo, não foi dada a devida importância ao canteiro de obras, sem a merecida preocupação com prazos, retrabalho e desperdícios. Os baixos índices de produtividade e elevados desperdícios de recursos apresentados pela indústria da construção civil refletem, principalmente, em altos níveis de perdas de materiais.

Cinzel Engenharia Ltda
(81) 2102-1133
r Miguel,S, 1080, Afogados
Recife, Pernambuco

Dados Divulgados por
SS Engenharia
(81) 3476-4766
r Dr Luís Regueira, 883 Prazeres
Jaboatão dos Guararapes, Pernambuco

Dados Divulgados por
Fink Engenharia Ltda
(81) 3227-4813
r Guaporanga, 35, Ilha do Retiro
Recife, Pernambuco

Dados Divulgados por
Enseada Construções e Serviços
(81) 3361-1328
av Bernardo Vieira Melo, 4114 sl 14 Piedade
Jaboatão dos Guararapes, Pernambuco

Dados Divulgados por
Figueiredo Paes Engenharia Indústria e Comércio Ltda
(81) 3466-0253
r Arthur Muniz, 212, Boa Viagem
Recife, Pernambuco

Dados Divulgados por
INSTALAINFRA ELÉTRICA E REDES
(81) 9122-1315
RUA PIERRE CURI, 207
RECIFE, Pernambuco
 
CR3 Engenharia Ltda
(81) 3341-2019
av Zequinha Barreto, 384 lj 5 Piedade
Jaboatão dos Guararapes, Pernambuco

Dados Divulgados por
Espro Engenharia Ltda
(81) 3462-4000
r Souza Leão,Br, 1528, An 1 Sl 102, Boa Viagem
Recife, Pernambuco

Dados Divulgados por
Hábil Engenharia Ltda
(81) 3231-3908
r Paulo Bitencourt,Jorn, 155, An 5 Sl 504, Derby
Recife, Pernambuco

Dados Divulgados por
Effort Engenharia Ltda
(81) 3428-1234
r Temudo,Cap, 290, Cabanga
Recife, Pernambuco

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Melhore a produtividade nos canteiros de obras

Os baixos índices de produtividade e elevados desperdícios de recursos apresentados pela indústria da construção civil refletem, principalmente, em altos níveis de perdas de materiais. Este quadro de baixo desempenho acaba sendo um fator preponderante para que a mão-de-obra da construção seja mencionada como responsável por estes índices, sendo comum rotularem os operários de displicentes ou incapazes. Na realidade os operários, muitas vezes, não dispõem de equipamentos e materiais de trabalho adequados ou mesmo de um local em boas condições para a execução dos serviços, muitas vezes tendo que se adaptar a situações adversas para a realização das suas atividades profissionais. Assim sendo, podemos apontar a ausência ou insuficiência do planejamento logístico do canteiro de obras como uma das principais causas do baixo desempenho da indústria da construção e ressaltar o papel importante da logística nesse contexto. É fundamental a organização do canteiro para que as atividades sejam bem desenvolvidas, para que desperdício de tempo, perdas de materiais e falta de qualidade da obra sejam evitados. Um estudo criterioso do layout e da logística do canteiro deve estar entre as primeiras ações de construção de um empreendimento, seja ele de grande, médio ou pequeno porte, para que todos os recursos materiais e humanos empregados na obra sejam bem aproveitados.
A indústria da construção civil vem crescendo ao longo dos anos e, com isso, também é crescente o aumento da competitividade. Com o passar do tempo, não foi dada a devida importância ao canteiro de obras, sem a merecida preocupação com prazos, retrabalho e desperdícios. As empresas sempre investiram na área técnico-estrutural, deixando de empregar recursos no desenvolvimento do gerenciamento do fluxo de suprimentos.
Atualmente ainda podemos observar elevados índices de desperdício e improvisação dentro dos canteiros de obras, apesar do alto nível de exigência do mercado consumidor.
Para que as empresas se tornem mais competitivas e tenham a sua permanência no mercado garantida, alguns pontos dentro do setor devem ser ajustados, tais como a integração entre projetos, o desenvolvimento da tecnologia de informação dentro do canteiro e a administração de materiais. A gestão logística pouco desenvolvida na organização do canteiro é fator primordial gerando a principal causa da ineficiência produtiva. A construção civil deve possuir seu gestor específico na área de logística, devendo atuar de forma integrada, direta e objetiva com o engenheiro responsável pelo projeto técnico-estrutural dessa forma, tornando o resultado final da obra além de mais rápido, muito mais econômico, evitando assim problemas que poderiam aparecer ao término da construção.
A construção civil deve ter como objetivos a agilização das atividades construtivas, o gerenciamento eficiente de materiais, o aumento do nível de serviço e da produtividade para atingir uma melhoria contínua no gerenciamento dos canteiros de obras e no seu processo construtivo. O estudo das operações logísticas poderá apontar para o aumento das despesas em certas situações, em contrapartida, haverá redução de custos em outros setores do empreendimento, de forma que o produto final possa garantir a satisfação total dos clientes.
O projeto logístico de um canteiro tem grande influência na movimentação de materiais, no tempo de deslocamento e interfere na produtividade. Apesar de exercer toda essa influência na execução de uma obra, ainda existe pouca preocupação das empresas brasileiras com a definição de um layout bem planejado. Um canteiro de obras mal planejado ou sem infra-estrutura adequada gera problemas tais como a falta de espaços físicos, levando a uma excessiva movimentação de materiais, equipamentos e pessoas, provocando perda de tempo e desnecessárias perdas de suprimentos, mal planejamento de estoques, quebras, e deterioração de materiais por armazenagem imprópria e inadequada. Um bom planejamento de canteiro é um fator fundamental, ou seja, condição "sine qua non" para se obter um desempenho de produtividade adequado, cumprimento de prazos, minimizar custos além de atingir uma excelência na qualidade da construção. Contudo, a implantação de um canteiro dentro desses aspectos e princípios, ainda depende de criatividade e bom senso com base em experiências técnicas anteriores, ou até por tentativas e erros. Não existe ainda um modelo específico ou até mesmo padronizado que possa servir como base para o planejamento de um canteiro adequado, portanto, surge a conclusão lógica e objetiva da necessidade imediata de planejamento logístico para a melhor eficiência no computo final da construção.

Adriano Lucio da Rocha
(21) 9676-3306
adriano_rocha@uol.com.br

Sobre o Autor

Bacharel em Logística Empresarial pela Unisuam. Tecnólogo em Construção Civil, atuando nas áreas de Planejamento e Orçamento de obras.


Artigos.com