Mantenha o bom humor sobre pressão Brasília, DF

Sorrir é o melhor remedio, nao há duvida! Por mais difícil que o momento seja, por mais complicada que seja a situação, manter o bom humor é o principio da busca para qualquer solução! A pessoa humorada é otimista e perseverante, possui uma fé inabalável, sem limites de que tudo vai dar certo. Aprenda como a manter o bom humor abaixo.

Agencia Comunica Publicidade
(61) 3964-1500
Scln, s/n Qd 110, Bl A, Sl-102 Asa Norte
Brasília, DF

Dados Divulgados por
Decisiva Agencia de Publicidade
(61) 3202-0912
r Setor Habitacional Taquari, s/n sl 114 A Sul
Brasília, DF

Dados Divulgados por
Couto Propaganda e Marketing
(61) 3447-4477
cln 111 Bl C, s/n s 110 sl 109
Brasília, DF

Dados Divulgados por
Diart Agencia de Publicidade
(61) 3202-2490
cln 116 Bl D, s/n lj 102 A Sul
Brasília, DF

Dados Divulgados por
Montadon
(61) 3327-7762
scrn 702/703 Bl C, s/n en 12 s 101Asa Norte
Brasília, DF

Dados Divulgados por
Central Midia
(61) 3322-5707
srtvs 70 bl 2/4 sl 324 Asa Sul
Brasília, DF

Dados Divulgados por
Agencia de Publicidade Dois Nove Meia
(61) 3307-1793
UNB, s/n bl A s 661/8 Campus Universitário
Brasília, DF

Dados Divulgados por
DSP
(61) 3963-2929
snc 116 Bl E, s/n sl 111 A Sul
Brasília, DF

Dados Divulgados por
Agencia Neuronio Publicidade
(61) 3349-1373
cln 116 Bl F, s/n sl 105 Asa Norte
Brasília, DF

Dados Divulgados por
Oitonos Propaganda e Marketing
(61) 9206-0738
r Quadra 08, 155 Condominio Parque Jardim Paineiras
Brasília, DF

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Mantenha o bom humor sobre pressão

O humor é um estado de espírito, muitas vezes é um remédio para soluções de problemas, geração de idéias e para a criação.

Como diz o ditado “quem canta seus males espanta”, eleva auto estima desopila o fígado, para algumas pessoas leva ao entendimento da razão de viver, como para outros é a forma de viver e outros o meio para viver, como nos casos dos artistas.

A pessoa humorada é otimista e perseverante, possui uma fé inabalável, sem limites de que tudo vai dar certo. Aliás, faz com que tudo dê certo, pois sendo espirituosa, contagia quem está ao seu redor e ativa o lado direito do cérebro estimulando a intuição, sentimento, sensação, percepção, imaginação e criação, sendo assim a maioria dos humorados conseguem encontrar respostas rápidas e criativas.

O humor passa a ser um dos remédios para grande parte dos problemas e o mais interessante é que não dói e não tem contra indicação.

Durante situação de conflito, tensão, constrangimento o humor poderá ajudar a persuadir ou a convencer as pessoas, assim como corrigir determinadas “gafes”. Nada como uma boa gargalhada, afinal quem já não pisou na bola, atire a primeira pedra.

Nada como um bom sorriso para aliviar as tensões, ajudando a sair de situações desagradáveis, sem contar que desarma os irados.

Há pessoas que são resistentes ao riso, em alguns casos possuem o senso crítico elevado, o julgamento muito forte utilizando mais do lado esquerdo do cérebro, que é da razão, do pragmatismo, da organização, etc.

Não que isso não seja importante, mas para estas pessoas o mundo torna-se mais pesado é como se tivesse que carregá-lo nas costas, em alguns casos está relacionado com o sistema educacional, familiar, empresarial e dos seus modelos mentais.

Um modelo mental muito antigo, mas que permanece em prática nas organizações, é que na empresa não é lugar de brincar, é lugar sério onde o humor não é bem visto, porém percebemos que o humor tornou-se característica a ser avaliada nos processos de seleção, veja que antagonismo, outro dia uma repórter me perguntou: Até que ponto as brincadeiras podem atrapalhar no mundo corporativo?

É aquela velha resposta: tudo em excesso atrapalha, mas o mau humor é abominável.

O humorado divide platéias, quando ele falta há pessoas que dão graças a Deus outras sentem a sua falta, lidar com o brincalhão não é fácil, mas ele é imprescindível. Historicamente o riso era associado à loucura, como também as pessoas eram rotuladas como abobalhadas, algo proibido, observem as japonesas sorrindo atrás dos leques.

Este é um modelo mental que devemos quebrar, pois ser humorado não significa a falta de seriedade, mesmo porque é através dele que ocasiona o comportamento de entusiasmo, perseverança, envolvimento, favorecendo lidar satisfatoriamente com os desafios do dia a dia.

Há também o implicante, o criador de caso, aquele que faz o julgamento precipitado, piadinhas de mau gosto, o primeiro impulso é de entrar em pânico, ficar com raiva, mas fique tranqüilo, espero que esteja agindo sem pensar, o humor poderá favorecer com que ele perceba o que está fazendo.

Ele poderá trabalhar para nós, enquanto que o mau humor trabalhará contra nós, quanto mais você rir, de verdade, maior será a sua capacidade de estabelecer conexões cerebrais e consequentemente de criar, tornando a vida cheia de desejos, possibilitando explorar novas possibilidades, deixando-a melhor.

Aconteça o que acontecer, todos nós passamos por várias dificuldades na vida, ou por questões econômicas, afetivas, sociais, agora deixar levar-se pelo mau humor certamente entrará em colapso, pois estamos constantemente sendo convidados a ser inventores de uma nova vida.

Quando o seu humor esfria, sua personalidade se torna frágil, quebradiça dificultando suportar a pancada, golpes da vida cotidiana, podendo derrubá-lo e mesmo, despedaçá-lo. A pessoa humorada é otimista e espera sempre o melhor.

Quando se dirigir ao seu trabalho vá de coração aberto, alegre, busque melhorar em todos os dias, caso esteja num ambiente que para você é hostil vá pensando de que forma poderá melhorá-lo, para que possamos viver num ambiente mais harmonioso, use da criatividade, dificilmente encontraremos tudo tão maravilhoso, aliás, cuidado quando isso acontece, você poderá estar entrando numa enrrascada, sabe quando você está amando não percebe defeitos na outra pessoa, quando identifica o que acontece? Desmorona tudo como um castelo de areia, muitas vezes é preciso parar de reclamar, ninguém agüenta as reclamações, principalmente aqueles que não apresentam sugestões, o bom humor relaxa.

Com que música você vai cantarolando quando vai ao trabalho? Música fúnebre ou em ritmo de dinamismo, alegria?

Afinal você é o patinho feio ou o cisne encantado?

Quando você está dirigindo seu carro e é verbalmente agredido, colocando sua mãe no meio da história, você terá várias saídas: sorrir, chorar, gritar ou sair atirando.

A tristeza é um veneno terrível para as células cerebrais e de todo o organismo, provoca doenças, leva a enfermidade até a morte, a raiva à vingança, o ódio é tóxico para todos os órgãos do corpo. O contato com a natureza, o mar, o sol, a brisa, a vegetação e céu azul, produzem no corpo ensinas energizadoras.

Ter no ambiente de trabalho flores, plantas, janelas, fotografias de pessoas que você gosta, como também fotografia de paisagem, música, cantinhos da felicidade, além de tornar-se visualmente uma ambiente agradável, propicia ativar o músculo da criatividade, da imaginação, do bom humor.

Alegria chama alegria, prosperidade chama prosperidade e humor chama criatividade.

Afinal como está o seu humor? Quantas gargalhadas você já deu hoje?

Dicas

  • Busque prazer na vida.
  • Busque prazer no trabalho.
  • Observe as situações em diversos ângulos, nem sempre é tudo muito ruim.
  • Transforme situações desagradáveis, injete humor.
  • Sinta-se merecedor de coisas boas, do sucesso.
  • Eleve sua auto estima.
  • Lembre-se: sorrir é o melhor remédio, não dói e não tem contra indicação, além de movimentar os músculos da face e torná-la mais bonita.

30/11/08 | Artigos, Qualidade de Vida | Site do Autor