Interprete os mapas temáticos Manaus, Amazonas

O artigo explica a importância da aprendizagem cartográfica. O autor destaca que essa é uma disciplina que deveria fazer parte do ensino médio. Ele justifica que os alunos deveriam desenvolver habilidades para interpretar ou criar o seu próprio mapa, estimulando o senso de localização.

Centro de Cultura Americana Ltda Sc
(92) 3233-1323
r João Valério, 280, N S das Graças
Manaus, Amazonas

Dados Divulgados por
SENAC - Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial
(92) 3216-5779
r Darcy Vargas, 288, Chapada
Manaus, Amazonas

Dados Divulgados por
CEFET - AM
(92) 3621-6700
av Sete de Setembro, 1975, Centro
Manaus, Amazonas

Dados Divulgados por
Instituto de Educacao e de Pesquisas de Opiniao Publica Ltda
(92) 3633-5977
av Joaquim Nabuco, 1032, Centro
Manaus, Amazonas

Dados Divulgados por
Fundacao de Apoio A Educacao Tecnologica Jose Dantas Cavalcante
(92) 3249-2098
al Cosme Ferreira, 8045, Aleixo
Manaus, Amazonas

Dados Divulgados por
Centro de Ensino Preparatorio Aufiero S/c Ltda. - Cepra
(92) 3232-7014
r Belo Horizonte, 1050, Adrianópolis
Manaus, Amazonas

Dados Divulgados por
Elson Vicente Batista
(92) 3644-1304
r Guilherme Moreira, 297, An 3 Sl 24, Centro
Manaus, Amazonas

Dados Divulgados por
SESI - Serviço Social da Indústria - AM
8009-27878
av Getúlio Vargas, 1116, An 1, Centro
Manaus, Amazonas

Dados Divulgados por
Centro de Ensino Pesquisa e Pos-graduacao do Norte
(92) 3633-5422
r Lima Bacuri, 72, A, Centro
Manaus, Amazonas

Dados Divulgados por
A L Educacao Em Saude e Comercio de Livros Ltda - Epp
(92) 3234-3763
av Tarumã, 632, Cs A, Centro
Manaus, Amazonas

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Interprete os mapas temáticos

1 INTRODUÇÃO

Muita gente enfrenta dificuldades para chegar a um lugardesconhecido utilizando um mapa. São conhecimentos básicos que precisam ser adquiridosem um processo de alfabetização, através da linguagem cartográfica.

Aprender a ler e utilizar um mapa ou uma representação doespaço é elemento fundamental para a formação de um cidadão independente econsciente.

2 MAPAS

O mapa hoje é algo essencial, pois representam informaçõeshistóricas, políticas, econômicas, físicas e biológicas de diferentes lugaresdo mundo. A soma disso nos ajuda a compreender as transformações e os problemasdo mundo atual.

2.1 O QUE É UM MAPA?

O mapa é um veículo de apresentação, pois mostra uma porçãodo mundo com ênfase em alguns pontos selecionados.

Segundo Loch (2006, p.33): "Os mapas da cartografia têmcaracterísticas típicas que os classificam e representam elementos selecionadosem um determinado espaço geográfico, de forma reduzida, utilizando simbologia eprojeção cartográfica [...]"

Todo bom mapa deve possuir algumas características paraassegurarem a leitura e a interpretação corretas das informações nele contidas.As principais características são: área geográfica,coordenadas, escala,legenda, título, indicação do norte e a fonte de onde foi extraído o mapa. Vere ler, estes são os principais objetivos nos mapas.

3 COMO LER UM MAPA?

Ler mapas significa dominar a linguagem cartográfica. Esse éum processo que envolve algumas etapas, estas que envolvem uma metodologiabásica.

A leitura começa pela observação do título. Qual o espaçorepresentado, seus limites e demais informações. Identificado o tema, é precisointerpretar a legenda, relacionar os significados. A última e não menosimportante etapa, é em relação à escala indicada, esta observação serve parafuturos cálculos das distâncias ou dos fenômenos representados no mapa.

4 O MAPA NA SALA DE AULA

A importância dos mapas na sala de aula justifica-se pelopapel que a cartografia tem no mundo de hoje, localizar endereçospara o própriodeslocamento por cidades e bairros desconhecidos, conferir trajetos dos meiosde transporte, planejar uma viagem ou se situar em locais públicos.

É fundamental que se trabalhe com mapas em crianças nosprimeiros anos escolares para uma

Familiarização do tema. Os professores devem elaborarprojetos para que os alunos aprendam a consultar, ler e elaborar mapas.

De acordo com Novo (1992, p.47):

Conhecer e utilizar diferentes tipos de mapas e o Atlas, semdúvida alguma ampliam as possibilidades dos alunos de extrair e analisarinformações relacionadas a diferentes áreas de conhecimento, além de contribuirpara que eles consolidem uma noção de espaço flexível e abrangente.

5 O DESAFIO

Existe um consenso que ensinar o mapa para os estudantes ecompreender o seu processo de ensinoe aprendizagem são desafios permanentespara os professores. O modelo disciplinar de ensinar mapas nas salas de aula degeografia são atividades como copiar, pintar, dar nome a rios, etc.

Deve-se aprofundar o conhecimento sobre cartografia, fazendocom que haja uma interação mais dinâmica com os alunos. Conhecer e utilizardiferentes tipos de mapas para que os alunos consolidem uma noção de espaçoamplo e em transformação.

Pode-se trabalhar com plantas de construção, cartas decidades, imagens de satélite. Ensinar a consultar um guia de ruas, mapasrodoviários, planta de casas e até a distribuição das lojas em um shoppingcenter. Instrumentos que fazem parte do seu cotidiano e que facilitam aaprendizagem.

Ainda de acordo com Novo (1992, p.52):

O uso de mapas no ensino possibilita duas formas deconstrução de conhecimentos: a primeira é de conceber o ensino como transmissãode conteúdos, o que gera uma relação de exterioridade com as informaçõescontidas nos mapas municipais; a segunda é de conceber o ensino como construçãocoletiva de conhecimentos que possibilitam uma aprendizagem significativa paraos alunos.

6 CONCLUSÃO

É inegável a importância dos mapas no cotidiano do mundoatual, são várias as suas utilizações

em ramos cada vez mais diversos, desde um entregador depizzas a dirigentes de nações. Mas é inegável também o papel que o professor degeografia tem nesse processo. Ensinar um aluno não apenas a ver, mas ler einterpretar e montar um mapa de acordo com as necessidades.

Seria ideal que os professores fossem cada vez maispreparados para transmitir tal conhecimento, já que muitos educadores nãodominam ou não se interessam pela cartografia como forma de interagir o cidadãocom o mundo. A semente plantada hoje renderá os frutos no amanhã, alunos comconhecimento mais específico serão educadores mais completos e que tem a ganharcom isso é a nação.

7 REFERÊNCIAS

LOCH, Ruth E. Nogueira. Cartografia: representação,comunicação e visualização de dados espaciais. Florianópolis. UFSC, 2006.

NOVO, E. M. L. de M. Sensoriamento Remoto. Princípios eAplicações. 2ª ed. São Paulo: Edgard Blücher, 1992.

Clique aqui para ler este artigo na WebArtigos.com