Diversidade da produção agrícola Goiânia, Goiás

"Num espaço menor é possível ter uma diversidade de produção". Esta é a avaliação de Aguinaldo Vicente de Lima, assentado no Projeto de Desenvolvimento Sustentável Sepé Tiaraju, em Serrana, que sempre trabalhou com a agricultura orgânica. "É a opção mais rica que encontrei, favorece a biodiversidade", acrescentou. Leia mais no artigo abaixo.

Auto Escola Benetton
(62) 3271-3193
av Eng Atílio C Lima Q 105, s/n, Cidade Jardim
Goiania, Goiás

Dados Divulgados por
Fisk
(80) 0773-3475
r João de Abreu, 701, St Oeste
Goiania, Goiás

Dados Divulgados por
Auto Escola Abc
(62) 3218-1446
r 91 Q F20a, 345, lt 14, Setor Sul
Goiania, Goiás

Dados Divulgados por
Auto Escola Astra
(62) 3256-3801
av C 15 Q 146, 195, lt 10, c 1, nr 195, Setor Sudoeste
Goiania, Goiás

Dados Divulgados por
Brasas English Course
(62) 3213-1011
r Seis, 484, St Oeste
Goiania, Goiás

Dados Divulgados por
Auto Escola Aliança
(62) 3256-5159
av C 17 Q 147, s/n, lt 14, s 1, Setor Sudoeste
Goiania, Goiás

Dados Divulgados por
Wizard
(62) 3945-2526
av T-11, 116, St Bueno
Goiania, Goiás

Dados Divulgados por
Auto Escola Aquarela
(62) 3233-4409
r José Hermano Q 5l, 1744, Setor Campinas
Goiania, Goiás

Dados Divulgados por
Auto Escola Ação
(62) 3205-4246
av Planicie Q 33, 23, Conjunto Itatiaia
Goiania, Goiás

Dados Divulgados por
Auto Escola Capri
(62) 3095-4535
av C 0104, 64, qd 396, Jardim América
Goiania, Goiás

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Diversidade da produção agrícola

Publicidade "Num espaço menor é possível ter uma diversidade de produção". Esta é a avaliação de Aguinaldo Vicente de Lima, assentado no Projeto de Desenvolvimento Sustentável Sepé Tiaraju, em Serrana, que sempre trabalhou com a agricultura orgânica. "É a opção mais rica que encontrei, favorece a biodiversidade", acrescentou.

O sistema ao qual se refere é o Agroflorestal (SAF). Para implantar o SAF no assentamento e no lote, Lima foi capacitado pelos técnicos da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa Meio Ambiente) por meio de uma parceria com o Incra para manejar a área. No seu lote de dois hectares, já chegou a vender 25 caixas de abóbora, maçã, manga, figo, lichia e berinjela em um período.

Para não agredir o solo, o agricultor passou o trator somente duas vezes. Para adubá-lo, usa a própria mata. "Tudo foi construído num processo natural para o manejo sustentável", explicou. Espécies nativas raras estão presentes em seu lote como jussara, ipê, jatobá, cupuaçu, a rara jaracatiá, árvore de mata fechada e outras.

A produção também é bem variada. Aguinaldo planta coco, canela, groselha, azeitona, castanha, mandioca, jaca, banana e outras hortaliças. Para escoar a produção avalia que há compradores para produtos de qualidade.

Com os primeiros créditos adquiridos quando recebeu o lote, condicionou o solo e fez as mudas do viveiro. Pretende investir na horta coletiva, com o acesso ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Famliar (Pronaf) Custeio que irá contratar.

Fonte: INCRA - por Mônica Quiquinato

Clique aqui para ler este artigo na Portal Agricultura