Dicas para ser um profissional requisitado Mossoró, Rio Grande do Norte

Confira neste artigo como proceder quando decidir trocar de emprego.Quando chegar a sua hora de deixar a empresa que trabalha atualmente, você deve sempre agir de uma maneira profissional. Lembre-se que você pode precisar deles para uma referência e, também nunca se sabe quando novamente pode cruzar no caminho com eles. Veja mais no artigo abaixo.

GJ Comércio e Serviços Ltda
(84) 3206-2132
r Caulim, 438, Lga Nova
Natal, Rio Grande do Norte

Dados Divulgados por
Guerra Consultoria Empresarial Ltda
(84) 3201-9019
r Olinto Meira, 1061, Barro Vermelho
Natal, Rio Grande do Norte

Dados Divulgados por
Imobiliária Reis Magos
(84) 3222-4480
r João Pessoa, 219, Sj Sl 802, Cid Alta
Natal, Rio Grande do Norte

Dados Divulgados por
Sol Maior Empreendimentos Imobiliários Ltda
(84) 3611-1836
r Romualdo Galvão, 970, Lga Nova
Natal, Rio Grande do Norte

Dados Divulgados por
Imobiliária Tur Imóveis e Turismo Ltda
(84) 3219-4700
av Roberto Freire,Eng, 8750, Tr Lj 6, Capim Macio
Natal, Rio Grande do Norte

Dados Divulgados por
Batel Administradora Ltda
(84) 3212-2588
r João Pessoa, 116, Cid Alta
Natal, Rio Grande do Norte

Dados Divulgados por
Habitacional Engenharia e Administração Ltda
(84) 3206-2060
r Ataulfo Alves, 1884, Candelária
Natal, Rio Grande do Norte

Dados Divulgados por
Rionorte Organização de Vendas Ltda
(84) 3222-5523
pça André de Albuquerque, 608, Cid Alta
Natal, Rio Grande do Norte

Dados Divulgados por
Terra & Terra Imóveis
(84) 3223-4885
pça Gentil Ferreira, 1386, An 1, Quintas
Natal, Rio Grande do Norte

Dados Divulgados por
Dois A Publicidade Ltda
(84) 3211-3204
r Isabel,Prsa, 342, Ribeira
Natal, Rio Grande do Norte

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Dicas para ser um profissional requisitado

Quando chegar a sua hora de deixar a empresa que trabalha atualmente, você deve sempre agir de uma maneira profissional. Lembre-se que você pode precisar deles para uma referência e, também nunca se sabe quando novamente pode cruzar no caminho com eles.

Imagine se você tivesse deixado suas emoções agirem e tivesse dito ao chefe exatamente o que você pensa e descobre mais tarde que este seu chefe é amigo do seu próximo empregador (o mundo é pequeno).

Então, melhor a coisa a fazer é sempre manter as coisas em uma bela base de amizade. Mantenha a calma, nunca expresse qualquer raiva.

Para agir corretamente, você deve:
• Seja profissional.
• Converse com seus empregadores cara a cara quando nderem a sua carta de demissão.
• Lembre-se que talvez você precise entrar em contato com eles numa fase posterior,
• Escolha suas palavras com cuidado e deixe-os saber que se precisarem de você para alguma informação, etc. você estará ajudando no quer precisarem.
• Evite qualquer insultos ou condutas agressivas.

Você nunca deve:
• Descarregar todas as suas frustrações, dizendo-lhes todas as coisas ruins que você não gosta dentro da sua empresa.
• Gritar com as pessoas ou ofendê-las.
• Ameaçãs de qualquer tipo.
• Não dar nenhum tipo de informação que seja necessária.
• Falar mal da empresa para os outros funcionários.
• Prometer que irá cumprir aviso prévio ou esperar até que a outra pessoa ocupe a sua posição e simplesmente não aparecer mais.

Se o caso for que você peça sua demissão, o mais correto é dizer que está indo para uma posição melhor em outra empresa (se realmente for verdade), caso contrário, o motivo é porque você realmente "detesta a empresa" ou a posição que ocupa, não deixe isso claro, pode ser que você receba uma proposta melhor para outra área da empresa ou até mesmo uma filial (temos sempre que deixar as portas abertas)

Muitas empresas preferem ficar com seus funcionários antigos porque já o conhecem como pessoa, que buscar no mercado pessoas que não conhecem ou não tem a sua mesma experiência.

Seja lá quais forem as suas razões o porque você foi demitido ou porque você pediu demissão, deve sempre pensar cuidadosamente sobre o assunto e acima de tudo agir de uma forma profissional.

Um Caso Verídico

Trabalhei em uma empresa de médio porte, onde haviam dois sócios. Um dos funcionários era cunhado de um dos sócios e ocupava a posição de gerente financeiro.

Por ser cunhado de um dos donos, todos achavam que ele teria mais regalias, seria melhor tratado e teria um salário melhor.

Para surpresa de todos os funcionários, este cunhado era um excelente profissional, o último a sair da empresa, tinha liderança e literalmente "dava o sangue pela empresa".

Percebíamos que ele não era tão bem tratado quanto os outros funcionários, seu salário não era grande coisa e muitas vezes presenciavámos ele sendo até humilhado pelo cunhado perante os demais funcionários.

Mas nunca, em qualquer momento que fosse ele falou mal da empresa ou do cunhado.

Passaram-se mais ou menos três anos e este cunhado recebeu uma proposta de uma empresa concorrente, onde iria fazer as mesmas tarefas, mas teria um melhor salário.

Ao contrário do que todos pensavam, ele não recebeu contra proposta alguma, deixaram-no ir sem o menor remorso.

Após algum tempo, esta empresa estava atolada de dívidas, e como tinha cinco unidades, acabou vendendo uma delas.

Pouco tempo depois, vendeu mais duas.

Na quarta venda, este antigo cunhado, juntamente com outro sócio fez uma proposta aos sócios e acabou comprando esta empresa.

Esta empresa cresceu, consolidou-se no mercado e virou um verdadeiro sucesso. Tudo isso por merecimento, pois ele sempre foi de um profissionalismo invejável.

Passado mais ou menos um ano, eu já estava trabalhando em outra empresa e recebi um telefonema dele contando sobre a empresa, as suas conquistas e muito feliz por isso.

Para minha grande surpresa, o cunhado ao qual havia o desprezado anteriormente foi a falència e ele o havia empregado.

Espantada eu disse, nossa... que mundo pequeno, ele que te menosprezou tanto e agora é seu funcionário. Como você está lidando com isso?

Eu estou lidando muito bem, estou dando o tratamento a ele que eu gostaria de ter quando trabalhei na empresa dele.

Trato-o com a maior dignidade, respeito e tudo mais que ele como profissional e pessoa merece.

Eu jamais faria com qualquer pessoa que seja aquilo que eu não quero para mim.

Foi uma das mais belas lições de vida que alguém poderia ter me ensinado.

Sobre o Autor
•PhD em Administração de Empresas pela Flórida Christian University (EUA) •PhD em Psicologia Clínica pela Flórida Christian University (EUA) •Psicanalista e Diretora de Assessoria Geral da Sociedade de Psicanálise Transcendental. •Mestre em Administração de Empresas pela USP. •Especialista em Estratégias de Marketing em Turismo e Hotelaria pela USP, MBA em Gestão de Pessoas e Especialista em Informática Gerencial. •Psicanalista voluntária na Casa de Apoio à Criança Carente com Câncer e na Universidade da Terceira Idade. •Professora da FGV do Rio de Janeiro e de mais 03 universidades. •Empresária no ramo moveleiro •Responsável e Membro do Conselho Editorial da Revista Empresa Familiar. •Coordenadora do grupo de Excelência de Empresa Familiar do Conselho Regional de Administração de São Paulo - CRA. •Diretora da DS Consultoria S/S Ltda, especializada em Empresas Familiares. •Conciliadora, Mediadora e Árbitra Empresarial. •Membro do Conselho Editorial e responsável pela Revista Empresa Familiar. •Autora do livro O Perfil do Empreendedor e co-autora do livro Empresa Familiar: Conflitos e Soluções, juntamente com Domingos Ricca, Roberto Gonzalez e José Bernardo Enéas Oliveira. •Vários artigos publicados na área de Administração, Tecnologia da Informação e Psicanálise em revistas especializadas.

Artigos.com