Cuidados com a pele na terceira idade Manaus, Amazonas

A expectativa de vida aumentou nas últimas décadas. Acredita-se que até 2030 o número de pessoas com mais de 65 anos dobre, de acordo com o censo norte-americano. Tudo isto graças à prática de atividade física. Veja mais no artigo abaixo.

João BL Botelho
(92) 234-5609
bc Ribeiro, 520, sl 705, Parque 10 De Novembro
Manaus, Amazonas
 
Wellington Sampaio
(92) 236-1672
r Acre, 31, bl 31 b ap 3, Parque 10 De Novembro
Manaus, Amazonas
 
João LP Machado
(92) 232-4559
bc Ribeiro, 620, sl 203, Parque 10 De Novembro
Manaus, Amazonas
 
Paulo MG Lobo
(92) 633-1764
r Ramos, 89, São José Operário
Manaus, Amazonas
 
Antônio Lg Matos
(92) 236-7505
av C Nery, 2240
Manaus, Amazonas
 
Roberto O Mello
(92) 232-3915
r C Azevedo, 9, sl 206
Manaus, Amazonas
 
Luciana SM Vieira
(92) 233-1878
r Ferreira, 1297
Manaus, Amazonas
 

Cuidados com a pele na terceira idade

A expectativa de vida aumentou nas últimas décadas. Acredita-se que até 2030 o número de pessoas com mais de 65 anos dobre, de acordo com o censo norte-americano. Tudo isto graças à prática de atividade física, acompanhamento médico, melhor instrução e boa alimentação. Mas como está a pele destes que estão na melhor idade? É nesta fase que os problemas, gerados pelo sol, cigarro, bebida e falta de cuidado, tornam-se visíveis.

Em São Paulo, a dermatologista Dra. Valéria Marcondes, da clínica que leva seu nome e membro da Sociedade Brasileira de Medicina Estética, atende ao público da terceira idade e afirma que eles merecem atenção redobrada. “O maior vilão da pele é o sol, com 80% de “culpa”, pois deixa a pele espessa, amarelada, com rugas e sulcos, além de desencadear os cânceres. Os raios ultravioleta agridem as células e causam alterações moleculares, que podem se transformar em células cancerígenas”, explica Dra. Valéria. “Somente 20% é pelo fator cronológico”, complementa.

As doenças cutâneas mais comuns nesta idade são: herpes zoster, causada por um vírus e que traz irritação na pele e saliências no couro cabeludo, rosto, tronco ou nas extremidades; veias varicosas, que não são tidas como perigosas, mas tornam as veias das pernas azuladas; úlceras nas pernas, que podem ser causadas por uma má circulação sanguínea; a dermatite seborréica, que são manchas obtidas facilmente pelos idosos; e a principal e mais preocupante que é o câncer de pele.

Ainda pouco estudada a dermatologia geriátrica é uma área que tende a crescer cada vez mais e com rapidez. No Brasil, este campo começa a engatinhar e já são especialidades em alguns consultórios. Tratamentos destinados à melhor idade, como cremes tópicos, toxina botulinica, preenchimento com ácidos, peelings, dermapulse, Titan, LEDs e endermologia, são oferecidos.

Clique aqui para ler este artigo no Guia da Plastica