Controle os riscos do seu empreendimento Angra dos Reis, Rio de Janeiro

A Auto Avaliação de Controle é reconhecidamente uma poderosa ferramenta para ajudar gestores, auditores, e demais empregados de uma organização a conhecerem melhor os processos de seu negócio e seus respectivos controles. A Auto Avaliação de Controle representa uma ajuda para que as pessoas e as organizações aprimorem suas habilidades para alcançar seus objetivos de negócios. Veja mais abaixo.

Banco Mercantil do Brasil S/A
(21) 3078-7500
av Lima e Silva,Brig, 2011, A, Jd 25 de Agosto
Duque de Caxias, Rio de Janeiro

Dados Divulgados por
ASB S/B Crédito Financiamento e Investimento
(21) 3136-1313
r Candelária, 60, 11º andar, Centro
Rio de Janeiro, Rio de Janeiro

Dados Divulgados por
Fininvest Negócios de Varejo Ltda
(21) 3078-0152
av Ernani do Amaral Peixoto, 300, Tr Lj 2, Centro
Niterói, Rio de Janeiro

Dados Divulgados por
MASTER CRED Emprestimos e refinanciamentos Aposentados e pensionistas
(21) 3676-1133
RUA VICENTE CELESTINO,608 / ANTIGA RUA 2 JARDIM PRIMAVERA
DUQUE DE CAXIAS, Rio de Janeiro
 
Banco Cacique S/A
8001-77677
av Kennedy,Pres, 1660, Centro
Duque de Caxias, Rio de Janeiro

Dados Divulgados por
Banco Morada S/A
(21) 2671-3320
av Nilo Peçanha, 245, Lj A, Centro
Duque de Caxias, Rio de Janeiro

Dados Divulgados por
Losango Promoções de Vendas Ltda
8002-24252
r Manuel Correia, 34, Lj C, Centro
Duque de Caxias, Rio de Janeiro

Dados Divulgados por
Associação de Poupança e Empréstimo Poupex
(21) 2253-8395
pça Caxias,Dq, 25, An 3, Centro
Rio de Janeiro, Rio de Janeiro

Dados Divulgados por
Soares e Siqueira Intermediacao de Emprestimos e Financiamentos Ltda
(21) 2719-2828
av Ernani do Amaral Peixoto, 455, Sl 1106, Centro
Niterói, Rio de Janeiro

Dados Divulgados por
Boreal DTVM S/A
(21) 2107-3737
r Jardim Botânico, 518, An 4, Jd Botânico
Rio de Janeiro, Rio de Janeiro

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Controle os riscos do seu empreendimento

Muitos profissionais, mais especificamente aqueles, de alguma forma, ligados à área de auditoria das empresas, estão se qualificando através da certificação CCSA - Certified Control Self Assessment. (Certificação em Auto Avaliação de Controle), oferecido pelo IIA - The Institute of Internal Auditors, representado no Brasil pelo AUDIBRA - Instituto dos Auditores Internos do Brasil, para aplicarem seus conhecimentos nas empresas em que atuam, ou mesmo, prestarem serviços nesta área.
Esta certificação identifica o profissional qualificado para conduzir um processo de Auto Avaliação de Controle.

A Auto Avaliação de Controle é reconhecidamente uma poderosa ferramenta para ajudar gestores, auditores, e demais empregados de uma organização a conhecerem melhor os processos de seu negócio e seus respectivos controles.

A Auto Avaliação de Controle representa uma ajuda para que as pessoas e as organizações aprimorem suas habilidades para alcançar seus objetivos de negócios.

A Auto Avaliação de Controle consiste na colaboração interativa entre auditores e outros facilitadores e a organização que está sendo objeto do processo de Auto Avaliação de Controle.

Através do processo de Auto Avaliação de Controle os participantes aprendem mais sobre os controles e suas responsabilidades no gerenciamento de riscos. Eles se tornam envolvidos na identificação e execução de controles que levam a organização a atingir suas metas e objetivos.

Quando usado adequadamente, a Auto Avaliação de Controle pode ser uma ferramenta vital para auxiliar os auditores e gestores na identificação e gestão dos pontos fortes e fracos da organização e a respectiva adoção dos controles identificados nos processos que auxiliará na melhoria e na obtenção dos resultados esperados pela organização.

A aplicação da Auto Avaliação de Controle nas organizações deve levar em conta, na sua implantação, os aspectos legais, regulatórios e éticos ligados ao segmento de atuação da organização.

A Auto Avaliação de Controle pode seguir os formatos abaixo:

• Reuniões facilitadoras com a equipe (workshop);
• Questionários ou pesquisas feitas com a equipe;
• Produzidas através de entrevistas com a gerencia.

A escolha do melhor formado para a aplicação da Auto Avaliação de Controle ou Control Self Assessment depende de vários fatores, dentre os quais:

• Natureza do negócio;
• Recursos humanos e materiais disponíveis;
• A atitude do comitê de auditoria;
• Custos envolvidos no processo.

Reuniões facilitadoras com a equipe (workshop).
As reuniões facilitadoras representam o mais popular caminho adotado pelas organizações na aplicação da Auto Avaliação de Controle ou Control Self Assessment.
O workshop é uma reunião facilitada pelo apoio de um auditor interno com objetivo de identificar riscos e controles num determinado processo na organização empresarial.
O workshop normalmente envolve um grupo de seis a quinze pessoas e dois auditores, sendo um deles, o facilitador e o outro, o registrador.

A reunião facilitadora (workshop) pode ser:

• - Com base no Objetivo.
O workshop baseado no objetivo tem como foco cumprir um objetivo, ele começa na identificação de controles que estão presentes e que podem levar a alcançar o objetivo que se espera e também identifica os riscos residuais.

• 2) - Com base no Risco.
Focaliza na identificação dos riscos para atingir os objetivos, inicia-se o processo com a identificação dos riscos que representam uma barreira para alcançar os objetivos e então identifica as atividades de controles que asseguram que eles são suficientes para gerenciar os riscos chaves.

• 3) - Com base no Controle.
Identifica se os controles estão funcionando adequadamente através de entrevistas com os gerentes, funcionários e através do exame dos documentos.

• 4) - Com base no processo.
O objetivo deste workshop é avaliar, atualizar e validar todos os processos selecionados previamente. Processo neste contexto significa todas as atividades do inicio ao fim da atividade de compras, desenvolvimento de produtos, etc. O exame é feito de ponta a ponta.

Utilização de Questionários e Pesquisas na Auto Avaliação de Controle.
Os questionários ou pesquisas utilizados na Auto Avaliação de Controle oferecem a oportunidade de obter respostas simples (sim, não, tem, não tem).
Estas pesquisas ou questionários permitem ao dono do processo identificar a sua estrutura de controle.
Este método de questionário ou pesquisa são normalmente utilizados em ambientes onde um workshop não deixaria os participantes a vontade para emitirem sua opinião de forma aberta.

Os questionários ou pesquisas utilizados no processo de Auto Avaliação de Controle ou Control Self Assessment pode ser mais apropriado em relação ao workshop nas seguintes circunstancias:

• Quando a cultura organizacional não está pronta para compartilhar informações sensíveis de controle de forma aberta, como usualmente se faz num workshop;
• Quando não há habilidade disponível para condução de uma reunião facilitadora (workshop);
• Quando os auditores internos estão buscando informações sobre riscos na organização, para a preparação do plano anual de auditoria, com baixo custo;
• Quando a organização é enorme e a informação é necessária de forma urgente;
• Quando a gerencia está muito preocupada com o tempo que será tomado de sua equipe numa reunião facilitadora (workshop).

Embora as reuniões facilitadoras com a equipe (workshop) e os questionários de pesquisa sejam mais populares, os resultados obtidos através de entrevistas com a gerencia é um outro caminho a ser utilizado pelas organizações na Auto Avaliação de Controle.

Alguns exemplos de análises que podem ser obtidos através das entrevistas com a gerencia são:

• A opinião da gerencia em relação aos controles que eles consideram importantes para atender as agencias reguladoras e a necessidade de estar em conformidade com estas exigências reguladoras do seu setor de atuação;
• A opinião do grupo gerencial em relação à qualidade dos relatórios financeiros apresentados e a necessidade de obter uma opinião independente sobre estes demonstrativos contábeis e financeiros;
• Necessidade e envolvimento na investigação considerada relevante para apurar eventual falha de controles existentes ou fraude;
• Uma revisão dos controles internos relacionados ao desenvolvimento e implantação de novos sistemas ou a unificação de unidades de negócio.

Se você tem dúvidas ou comentários e deseja compartilhar novas perspectivas sobre o tema Auto Avaliação de Controle ou Control Self Assessment, entre em contato conosco através de nosso endereço eletrônico.

Sobre o Autor

Economista, Contador, Auditor com CCSA - Certificação em Auto Avaliação e Controle pelo IIA - Instituto dos Auditores Internos - USA e Consultor, com MBA em Finanças e Controladoria no INPG e Especialização em Direito Tributário na FGV-SP.


Artigos.com