Conhecendo tratamentos para a orelha de abano Ipatinga, Minas Gerais

Conheça os tratamentos indicados para tratar a orelha de abano. Os principais incomodados com a orelha em abano costumam ser as crianças e os adolescentes. Muitas vezes, eles sofrem calados sem coragem para expor o problema.

Romeu Ferreira Daroda
(32) 3213-3087
Juiz de Fora, Minas Gerais
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Elaine Aline Cugola
323-2112
Rua Santo Antonio 1500 - Sl 1004
Juiz de Fora, Minas Gerais
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Cristiano Dias da Silveira Ramos
Rua Espirito Santo 1115 - 908-909
Juiz de Fora, Minas Gerais
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Reinaldo Caldeira Neves
(31) 3532-2277
Av. Nossa Senhora do Carmo 342
Betim, Minas Gerais
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Meire Maria Fernandes Melo
323-2179
Rua Benjamim Colucci 50 - 6 Andar
Juiz de Fora, Minas Gerais
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Eduardo Luis Nigri dos Santos
(31) 3224-0327
Av. Pasteur 89 - 805
Belo Horizonte, Minas Gerais
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Laercio Lobo de Faria
(31) 335-8955
Rua Paracatu 1163 - de 1051/1052 ao Fim
Belo Horizonte, Minas Gerais
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Eduardo Faria Vicari
Av Francisco Vieira Martins 786 - Sala 102
Ponte Nova, Minas Gerais
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Joao Carlos Ottoni Adell
(35) 3222-3238
R Argentina 70
Varginha, Minas Gerais
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Fernando Carvalho de Vasconcelos
(31) 3344-0034
R. Prof. Morais 562 - Sala 107
Belo Horizonte, Minas Gerais
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Conhecendo tratamentos para a orelha de abano

Os principais incomodados com a orelha em abano costumam ser as crianças e os adolescentes. Muitas vezes, eles sofrem calados sem coragem para expor o problema. O defeito não costuma causar danos físicos, mas, no aspecto psicológico, pode ser devastador. Há casos em que evitam o convívio social na tentativa de fugir dos comentários maldosos.

A cirurgia plástica é capaz de acabar com o complexo de quem tem vergonha de deixar as orelhas à mostra. Esta intervenção chama-se otoplastia e pode ser feita a partir dos primeiros anos de vida, mas o ideal é que se faça a cirurgia de correção de 5 a 7 anos, período em que a orelha já está totalmente formada e quase igual ao tamanho de um adulto. Em geral a cirurgia é realizada com anestesia local mais sedação, sem nenhuma dor ou incômodo. A cirurgia não é complicada e a cicatriz fica escondida atrás da orelha.

Parece simples, porém, por ser este considerdo um procedimento estético, não tem cobertura da maioria dos planos de saúde e muitas das famílias nem se imaginam entrando em uma clínica de cirurgias plásticas por pensarem que os preços são realmente inviáveis.

Ver um filho ou filha sofrendo com este tipo de problema é uma realidade na vida de muitos pais. Mas hoje em dia isso não é mais necessário porque já existem empresas que se especializaram em financiamento de procedimentos médicos, financiamento de cirurgia plástica ou implantes odontológicos.

Não deveria ser necessário, em nenhuma época, que pessoas passassem pela juventude com tais complexos e hoje é plenamente possível livrar-se deles. Procure orientação médica e indicação de uma boa clínica.

O custo irá depender muito do profissional ou clínica escolhidos por você e pode variar de R$ 3.000,00 a R$ 7.000,00, incluindo os custos do hospital e honorários do anestesista e do cirurgião. Alguns pacientes poderão conversar com o plano de saúde e ver a possibilidade de utilizar um hospital coberto pelo plano, reduzindo muito o valor final.

Clique aqui para ler este artigo na WebArtigos.com