Conhecendo o novo lançamento Renault Symbol Brasília, DF

O perfil do novo Renault é muito bem resolvido, apesar de a frente lembrar a do Sandero e a traseira a do Megane Sedan. Mas não chega a ser nenhum "mutante". Com 4,26 metros de comprimento (sete centímetros a mais que o Clio Sedan), o Symbol parece ser um veículo de categoria superior. Um longo vinco na "linha da cintura" liga os faróis na dianteira às lanternas traseiras, conferindo um visual dinâmico.

Brazilian Car Veículos Ltda
(61) 3363-8485
sclrn 711 Bl D, lj 33, Brasília
Brasília, DF

Dados Divulgados por
Antônio Valter Alexandre Bie
(61) 3326-1337
Sepn 504 BL C LJ 33, Asa Norte
Brasília, DF

Dados Divulgados por
DISBRAVE - Distribuição Brasília de Veículos S/A
(61) 3329-9875
qd SEPN 503, s/n, Sn Cj A, Asa Norte
Brasília, DF

Dados Divulgados por
Cometa Veículos
(61) 3349-3232
sepn 510 Bl E, s/n lt 10 lj 450, Brasília
Brasília, DF

Dados Divulgados por
Bali Automóveis
(61) 3362-6200
Sia Tr 3, s/n Lotes 725/895
Brasília, DF

Dados Divulgados por
Bravesa Brasília Veículos
(61) 2107-1700
tr SIA Tr 3, s/n, Brasília
Brasília, DF

Dados Divulgados por
Edmar Veículos
(61) 3274-1266
sclrn 713 Bl D, s/n lj 3, Asa Norte
Brasília, DF

Dados Divulgados por
Dakar Automóveis Ltda
(61) 3424-5500
r SCRN 502 Bl A, s/n lj 74, Brasília
Brasília, DF

Dados Divulgados por
Esave Veículos
(61) 2195-2111
st Aeroporto Internacional Brasília, s/n, Brasília
Brasília, DF

Dados Divulgados por
Disbrave Veículos
(61) 3329-9999
Sepn 503 Cj A, Asa Norte
Brasília, DF

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Conhecendo o novo lançamento Renault Symbol

Fornecido por:

Se você é fã do Clio Sedan, corra para uma concessionária Renault e reze para que ainda haja alguma unidade no show room à venda, pois o modelo já ganhou um substituto: o Symbol. Apesar do nome um pouco estranho (Clio é mais simpático), o Symbol tem muitas vantagens perante seu antecessor. A começar pelo design. Sabe aquela desarmonia entre dianteira e traseira do Clio Sedan? Pois o mesmo não acontece com o Symbol (felizmente!). O perfil do novo Renault é muito bem resolvido, apesar de a frente lembrar a do Sandero e a traseira a do Megane Sedan. Mas não chega a ser nenhum "mutante".

 

Com 4,26 metros de comprimento (sete centímetros a mais que o Clio Sedan), o Symbol parece ser um veículo de categoria superior. Um longo vinco na "linha da cintura" liga os faróis na dianteira às lanternas traseiras, conferindo um visual dinâmico. A coluna "C" abriga uma janela em formato triangular, o que facilita -- e muito -- a visibilidade traseira (ah, como essa bendita janelinha fazia falta no Clio Sedan...). Por falar em traseira, o porta-malas do Symbol é bem grande (são 506 litros de capacidade), mas perde para o do seu antecessor ( 510 litros ).

 

Outra grande vantagem do Symbol está no padrão superior do acabamento interno (e olha que o do Clio já era muito bom). Os plásticos e os revestimentos são de boa qualidade. O painel de instrumentos é confeccionado em dois tons (mais claro na parte inferior, como no Clio Sedan), com detalhes cromados. Na parte central, acima dos difusores de ar, está um visor responsável por mostrar data, hora e estações do rádio, quando ligado.

 

O quadro de instrumentos é completo, com velocímetro, conta-giros e dois marcadores: de nível de combustível e temperatura do líquido de arrefecimento. Os mostradores são analógicos, com iluminação na cor âmbar, seguindo a identidade do restante da linha Renault comercializada no Brasil.

VERSÕES E PREÇOS

Produzido na planta argentina de Santa Isabel, o novo Renault chega ao mercado brasileiro em duas versões de acabamento, Expression e Privilège (ambas equipadas com o motor 1.6L 16V Hi-Flex). A primeira versão tem preço sugerido de R$ 41.190,00, e já sai de fábrica equipado com duplo airbag, ar-condicionado, direção hidráulica, vidros elétricos dianteiros, volante e banco do motorista com regulagem de altura, entre outros.

 

Já a versão top de linha Privilège custa a partir de R$ 44.490,00 e traz como itens de série: ar condicionado digital, computador de bordo, faróis de neblina, retrovisores elétricos, rádio CD Player MP3 com comando satélite na coluna de direção, além dos itens já oferecidos na versão Expression. O único opcional é o sistema de freios ABS, que sai por R$ 1,5 mil.

 

MOTOR

 

O propulsor 1.6 16V Hi-Flex é produzido na fábrica de motores da Renault em São José dos Pinhas (PR) e é um "velho conhecido". Ele já equipava o Clio Sedan e hoje também marca presença nos demais veículos da montadora francesa, entre eles o Logan e o Sandero.

 

Segundo a Renautl, sua potência máxima é de 110 cv (quando abastecido com gasolina) e 115 cv (álcool). Já o torque (força) máximo é de 15,2 kgfm (gasolina) e 16 kgfm (álcool), ambos a 3.750 rpm. Alimentado com gasolina, o Renault Symbol vai de 0 a 100 km/h em 10,1 segundos e em 9,9 segundos com álcool. A velocidade máxima é de, respectivamente, 186 km/h e 187 km/h .

 

Já o Clio Sedan, com o mesmíssimo motor, tem resultados melhores: com álcool, ele sai da inércia e atinge os 100 km/h em 9,7 segundos; e a velocidade máxima é de 194 km/h . Já abastecido com gasolina, o tempo da aceleração 0 a 100 km/h é de 9,8 segundos e a velocidade máxima é de 192 km/h . (dados da montadora).

 

Enfim, o Clio Sedan tinha -- ou melhor, ainda tem -- suas qualidades. Mas, cá entre nós, ainda bem que ele saiu de linha. Seja bem-vindo, Symbol!

 

Clique aqui para ler este artigo na Autopista.com