Conhecendo o novo Ford Transit Aracaju, Sergipe

De olho no mercado de vans e furgões com peso bruto total acima de 2.800 kg --setor que cresceu nada menos do que 74% nos últimos quatro anos -- a Ford está trazendo para o Brasil a Transit, um veículo comercial produzido na Turquia e vendido na Europa há 43 anos, que se destaca pelo alto nível de segurança, tecnologia, dirigibilidade e custo-benefício.

H.s. Comercial Ltda
(79) 3211-6018
r Estância, 612, A, Centro
Aracaju, Sergipe

Dados Divulgados por
A & A Calazans Ltda
(79) 3211-7564
av Hermes Fontes, 790, Ed En Fco M Costa 3, Suissa
Aracaju, Sergipe

Dados Divulgados por
AG Veículos
(79) 3215-7471
r Rosário, 164, Santo Antônio
Aracaju, Sergipe

Dados Divulgados por
Joel & Leônidas Veículos Ltda
(79) 3214-8723
av Coelho e Campos, 831, Centro
Aracaju, Sergipe

Dados Divulgados por
Athenas Veículos e Produções
(79) 3214-8965
av Pedro Calazans, 209, Centro
Aracaju, Sergipe

Dados Divulgados por
Aracaju Veículos
(79) 3224-1916
av Coelho Campos, 783, Industrial
Aracaju, Sergipe

Dados Divulgados por
Brasil Automóveis Ltda
(79) 3215-4083
av Coelho Campos, 888, Industrial
Aracaju, Sergipe

Dados Divulgados por
Jbm Veículos Ltda
(79) 3222-9583
r Basílio Rocha, 50, Getúlio Vargas
Aracaju, Sergipe

Dados Divulgados por
Barão Veículos
(79) 3248-7771
av Dr José Thomas D´Ávila Nabuco, 366 sl C
Aracaju, Sergipe

Dados Divulgados por
multcar veiculos
(79) 3211-1556
av Beira Mar, 638, Treze de Julho
Aracaju, Sergipe

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Conhecendo o novo Ford Transit

Fornecido por:

Ford Transit chega ao Brasil

 

De olho no mercado de vans e furgões com peso bruto total acima de 2.800 kg --setor que cresceu nada menos do que 74% nos últimos quatro anos -- a Ford está trazendo para o Brasil a Transit, um veículo comercial produzido na Turquia e vendido na Europa há 43 anos, que se destaca pelo alto nível de segurança, tecnologia, dirigibilidade e custo-benefício.

 

Oferecida em três configurações (furgão curto, furgão longo e van para 14 ocupantes), a Transit oferece tecnologias que não são disponíveis na concorrência nem como opcionais, entre elas, sistema de assistência para arrancadas em rampas (impede que o veículo retorne), ESP (controle eletrônico de estabilidade), freios a disco nas quatro rodas com ABS e distribuição eletrônica de frenagem (EBD) e sistema duplo de baterias (sendo que uma bateria é exclusiva para a partida do motor).

 

Além disso, é a única no segmento a oferecer de série cintos de segurança de três pontos com regulagem de altura para todos os ocupantes (inclusive na versão para passageiros) e controles de som na barra de direção (permitindo ao motorista operar o sistema sem tirar as mãos do volante).

 

A Transit ainda sai de fábrica equipada com airbag para motorista, direção hidráulica, travas, vidros e retrovisores elétricos, travamento automático das portas a 8 km/h , duas tomadas de 12 volts e rádio AM/FM com entrada auxiliar. O ar condicionado, que é de série na Transit Van, é o único opcional na versão furgão.

 

E o melhor de tudo é que, apesar de ser um veículo importado e de ter uma extensa lista de equipamentos de série, o preço da Transit é bem competitivo. A versão furgão curto tem preço inicial de R$ 83.990,00, enquanto a furgão longo parte dos R$ 93.290,00. Já a versão Van custa a partir de R$ 103.990,00. Para melhorar ainda mais a relação custo-benefício, a Ford se preocupou em oferecer uma manutenção econômica (cesta básica de peças tem o menor custo do segmento) e prazos mais longos entre as revisões (a primeira é feita apenas aos 25.000 km , com uma intermediária aos 12.500 km para troca de óleo e filtros). A garantia é de um ano, sem limite de quilometragem.

 

MOTORIZAÇÃO E TEST DRIVE

 

O motor é o turbodiesel Ford Duratorq 2.4 L TDCI Puma, que, como o próprio nome sugere, oferece grande torque (o maior da categoria) de 31,5 kgfm, com curva alta em baixas rotações, e potência de 115 cavalos. A sua transmissão é de seis marchas sincronizadas, inclusive a ré.

 

Durante o lançamento organizado pela Ford Caminhões, em Atibaia, eu tive a oportunidade de testar as três versões, tanto como motorista quanto como passageira. Vamos começar pelas impressões como passageira: o acesso aos bancos é bem fácil, graças às duas barras de apoio localizadas em frente à porta lateral e à distribuição das fileiras (são cinco, a primeira para motorista e mais dois passageiros, a segunda com dois bancos e as demais com três bancos na configuração 2+1, formando um corredor entre os bancos). Há cintos de três pontos com ajuste de altura para todos os ocupantes -- um ponto mais do que positivo, já que a segurança é garantida inclusive para as crianças. O ar condicionado dispõe de controles de temperatura e velocidade independentes para o banco do motorista e o compartimento dos passageiros, desta forma, todos os ocupantes podem abrir ou fechar as saídas de ventilação de acordo com sua comodidade. Para finalizar, amplas janelas proporcionam boa visibilidade -- perfeito para passeios turísticos.

 

Muito bem, a Transit passou com louvor no teste para os passageiros, mas agora vamos à parte divertida da avaliação: o teste drive! Nas três versões, o motor responde bem às acelerações, mostrando força mais do que suficiente para trafegar com carga. Fazer baliza em um veículo de mais de 5 metros de comprimento foi -- acreditem! -- moleza. Mas, o melhor do teste foi comprovar a eficiência do sistema HLA de assistência para arrancadas em aclives: bastou parar o veículo na subida, colocar ponto morto, pisar na embreagem, engatar a primeira e tirar o pé do freio para o veículo continuar parado, sem descer um milímetro sequer. Impressionante!

 

Outro detalhe que impressiona é a dirigibilidade do Transit. A sensação que se tem é de estar em um automóvel de passeio. O banco do motorista oferece seis níveis de ajuste e apoio para o braço, com formato ergonômico e comandos à mão. A alavanca do câmbio posicionada no painel de instrumentos, em posição cômoda, reforça esse atributo. Os engates são suaves e precisos. E os freios também mostraram-se eficientes.

 

VENDAS

 

A expectativa dos executivos da Ford é de comercializar 2.900 unidades no próximo ano, sendo metade na configuração van e metade na furgão. Deste último, 70% deverá ser a versão longa e 30% a curta.

 

Para conhecer mais detalhes sobre a Transit acesse www.fordtransit.com.br

 

Clique aqui para ler este artigo na Autopista.com