Conhecendo o Livina novo lançamento da Nissan Brasília, DF

A Nissan acaba de lançar o seu primeiro carro de passeio produzido no Brasil, seu primeiro veículo equipado com motorização bicombustível e seu primeiro monovolume para o mercado brasileiro. Mas engana-se quem pensa que estamos falando de três lançamentos. Na verdade é apenas um: o Livina. Fabricado no Complexo Industrial da Aliança Renault-Nissan.

Antônio Valter Alexandre Bie
(61) 3326-1337
Sepn 504 BL C LJ 33, Asa Norte
Brasília, DF

Dados Divulgados por
Bali Automóveis Ltda
(61) 3362-6200
sia Tr 3, s/n Lotes 725/895, Brasília
Brasília, DF

Dados Divulgados por
Dakar Automóveis Ltda
(61) 3424-5500
r SCRN 502 Bl A, s/n lj 74, Brasília
Brasília, DF

Dados Divulgados por
Edmar Veículos
(61) 3274-1266
Sclrn 713 Bl G Lj 21, Asa Norte
Brasília, DF

Dados Divulgados por
Bravesa Brasília Veículos
(61) 2107-1700
tr SIA Tr 3, s/n, Brasília
Brasília, DF

Dados Divulgados por
Cometa Veículos
(61) 3964-3232
Sepn 510 Bl E Lj 450, Asa Norte
Brasília, DF

Dados Divulgados por
Cometa Veículos
(61) 3349-3232
sepn 510 Bl E, s/n lt 10 lj 450, Brasília
Brasília, DF

Dados Divulgados por
Ana Maria E Amaral
(61) 3327-5360
SCRN, 703/704 Bl C s/n
Brasília, DF

Dados Divulgados por
DISBRAVE - Distribuição Brasília de Veículos S/A
(61) 3329-9875
qd SEPN 503, s/n, Sn Cj A, Asa Norte
Brasília, DF

Dados Divulgados por
Bali Automóveis
(61) 3362-6200
Sia Tr 3, s/n Lotes 725/895
Brasília, DF

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Conhecendo o Livina novo lançamento da Nissan

Fornecido por:

A Nissan acaba de lançar o seu primeiro carro de passeio produzido no Brasil, seu primeiro veículo equipado com motorização bicombustível e seu primeiro monovolume para o mercado brasileiro. Mas engana-se quem pensa que estamos falando de três lançamentos. Na verdade é apenas um: o Livina.

Fabricado no Complexo Industrial da Aliança Renault-Nissan. em São José dos Pinhais (no Paraná), o Livina oferece duas opções de motorização: a 1.6 16V e a 1.8 16V, ambas com a tecnologia flexfuel (álcool e/ou gasolina, em qualquer proporção).   

Com preços que variam de R$ 46.690,00 (versão de entrada) a R$ 56.690,00 (top de linha), o Livina chega às 68 concessionárias Nissan de todo o País como ano/modelo 2009/2010 (ou seja, não haverá 2009/2009! E olha que ainda estamos em abril!) Seus principais concorrentes são o Volkswagen SpaceFox, o Chevrolet Meriva, o Honda New Fit e o Fiat Idea.

CARO, PORÉM BEM EQUIPADO

São quatro diferentes versões: 1.6 16V manual (R$ 46.690,00), 1.8 16V automática (R$ 50.690,00), 1.6 16V SL manual (R$ 51.490,00) e 1.8 16V SL automática (R$ 56.690,00), todas com garantia total de três anos.

 

Desde a versão mais acessível, o monovolume flex nacional da Nissan vem equipado com direção com assistência variável elétrica, travas, vidros e retrovisores elétricos, ar condicionado e airbag do motorista.

 

Já os modelos tops de linha (SL) contam com os seguintes diferenciais: rodas de liga-leve 15" , sistema de freios com ABS (antitravamento), EBD (distribuição eletrônica da força de frenagem) e BA (que aplica toda a força de frenagem no sistema quando sensores detectam que o pedal do freio foi acionado abruptamente), faróis de neblina dianteiros, travamento automático das portas com sensor de velocidade e airbag duplo frontal.

 

Com 4.180 milímetros de comprimento, 2.600 mm de distância entre-eixos, 1.690 mm de largura e 1.570 mm de altura, o Livina mescla as características dos monovolumes com as das peruas. Além do espaço para cinco adultos, ele também acomoda bem a bagagem de toda a família (desde que não haja exageros, é claro). São 449 litros de volume, sendo que essa capacidade sobe para o total de 769 litros com o rebatimento dos bancos traseiros.

 

MOTORIZAÇÃO BICOMBUSTÍVEL

O propulsor 1.6 16V é o mesmo utilizado por modelos Renault como Mégane e Scénic. Moderno e eficiente, esse motor quando aplicado no Livina gera potência de 104 cavalos a 5.750 rpm quando abastecido com gasolina e de 108 cv, na mesma faixa de rotação, com álcool. O torque máximo é de, respectivamente, 14,9 kgfm e 15,3 kgfm a 3.750 rpm. Sua taxa de compressão é de 10,0:1.

 

Já o propulsor 1.8 16V gera potência de 125 cv a 5.200 rpm quando abastecido com gasolina e de 126 cv, na mesma rotação, quando abastecido com álcool. O torque máximo é de 17,5 kgfm a 4.800 rpm com qualquer um dos combustíveis e a taxa de compressão é de 9,9:1.

 

Segundo dados da Nissan, na versão 1.6 16V com câmbio manual de cinco velocidades, o monovolume atinge 183 km/h de velocidade máxima e acelera de 0 a 100 km/h em 11,7 segundos. Equipado com motor 1.8 16V, que trabalha exclusivamente com a transmissão automática de quatro velocidades, o modelo da Nissan chega a 182 km/h e leva apenas 10,7 segundos para atingir os 100 km/h . Todos os resultados foram obtidos com os motores abastecidos com álcool, condição de melhor performance. A Nissan não divulgou os valores com gasolina.

 

Já quando o assunto é consumo, a montadora fez questão de apresentar seus números com os dois combustíveis. Segundo ela, o Livina 1.6 16V faz 12,8 km/l de gasolina na cidade e 17,5 km/l na estrada. Já com álcool, as médias são de 7,7 km/l e 10,5 km/l, respectivamente. Ainda segundo a Nissan, o Livina 1.8 16V abastecido com um litro de gasolina roda 11,6 km na cidade e 17,2 km na estrada. O mesmo carro, abastecido com um litro de álcool, faz médias de 7,0 km/l em trechos urbanos e 10,3 km/l em rodovias.

 

 

Clique aqui para ler este artigo na Autopista.com