Conhecendo alimentos que previnem o câncer Manaus, Amazonas

Aprenda como uma boa alimentação ajuda na prevenção e no tratamento de muitas doenças inclusive do câncer. Porém, é preciso estar atento a características importantes como os nutrientes presentes em legumes, frutas e verduras. São muito importantes o preparo da alimentação, a quantidade de porções ingeridas, assim como os nutrientes e substâncias fitoquímicas que a compõem.

João BL Botelho
(92) 234-5609
bc Ribeiro, 520, sl 705, Parque 10 De Novembro
Manaus, Amazonas
 
Wellington Sampaio
(92) 236-1672
r Acre, 31, bl 31 b ap 3, Parque 10 De Novembro
Manaus, Amazonas
 
João LP Machado
(92) 232-4559
bc Ribeiro, 620, sl 203, Parque 10 De Novembro
Manaus, Amazonas
 
Paulo MG Lobo
(92) 633-1764
r Ramos, 89, São José Operário
Manaus, Amazonas
 
Antônio Lg Matos
(92) 236-7505
av C Nery, 2240
Manaus, Amazonas
 
Roberto O Mello
(92) 232-3915
r C Azevedo, 9, sl 206
Manaus, Amazonas
 
Luciana SM Vieira
(92) 233-1878
r Ferreira, 1297
Manaus, Amazonas
 

Conhecendo alimentos que previnem o câncer

Publicidade Os números do último relatório do Instituto Nacional do Câncer (Inca), "Situação do Câncer no Brasil", revelaram que atualmente o câncer é responsável por 7 milhões de mortes anuais em todo o mundo. A mesma publicação ainda destacou que o crescimento contínuo dessa doença está atrelado ao envelhecimento populacional, bem como a pré-disposição genética aliada aos maus hábitos que imperam no modo de vida globalizado, sendo um dos principais a má alimentação.

De acordo com os dados do Inca, cerca de 20% das ocorrências de câncer nos países em desenvolvimento, inclusive o Brasil, estão relacionadas a fatores como alimentação inadequada, sedentarismo e consumo exagerado de álcool. Para o Dr. Durval Ribas Filho, médico nutrólogo e presidente da Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN), uma boa alimentação ajuda na prevenção e no tratamento de muitas doenças. Porém, é preciso estar atento a características importantes como os nutrientes presentes em legumes, frutas e verduras - carotenóides, vitaminas antioxidantes, compostos fenólicos, fibras -, que oferecem uma gama de benefícios, entre eles o de auxiliar a ação anti-inflamatória e anti-alérgica e até prevenir o câncer.

"São muito importantes o preparo da alimentação, a quantidade de porções ingeridas, assim como os nutrientes e substâncias fitoquímicas que a compõem", avalia o presidente da ABRAN. Pra ele, a variedade da alimentação, a conservação e o equilíbrio calórico também fazem toda a diferença. "O ideal é incluir 300 a 400 gramas de frutas, verduras e legumes nas refeições, evitando alimentos com altas concentrações de gorduras saturadas, açúcar e sal", explica o médico nutrólogo.

"O alto consumo de álcool, alimentos salgados (carne de sol, bacalhau), gordurosos e embutidos (salsichas), estão entre os hábitos que devem ser mudados", ensina o médico nutrólogo. Acrescenta que, da mesma maneira, churrasco e defumados (peixe, carne, presunto) devem ser consumidos com moderação, pois tais alimentos estão associados às ocorrências de câncer ou levam ao sobrepeso, outro fator que está associado à ocorrência da doença. Lembra, ainda, que a conservação dos alimentos também é fator imprescindível, visto que grãos e cereais mofados, por exemplo, podem estar contaminados com aflatoxinas, substância tóxica de origem fúngica comprovadamente cancerígena.

Atividade física X sobrepeso

De acordo com o Inca, o sobrepeso e a obesidade são a segunda causa evitável do câncer, ficando atrás apenas do tabagismo. O excesso de gordura no organismo, segundo o Inca, aumentaria o risco de câncer de mama (em mulheres no pós-climatério), cólon, endométrio, vesícula, esôfago, pâncreas e rim, além de estarem associados à ocorrência de doenças cardiovasculares e também da diabetes tipo 2.

Para a ABRAN, uma das principais causas da obesidade é a alimentação incorreta. "É cada vez mais importante aliar a reeducação alimentar a uma atividade física regular. A nutrição balanceada e a prática esportiva estão diretamente relacionadas à saúde, prevenindo doenças crônico-degenerativas e promovendo maior qualidade de vida", finaliza o médico nutrólogo.

Alguns agentes quimiopreventivos disponíveis nos alimentos:

AGENTE / ALIMENTO
ISOFLAVONA - SOJA

AGENTE / ALIMENTO
LICOPENO - TOMATE

AGENTE / ALIMENTO
LUTEÍNA - ESPINAFRE

AGENTE / ALIMENTO
QUERCETINA - MAÇÃ

AGENTE / ALIMENTO
RESVERATROL - UVA

AGENTE / ALIMENTO
ANTOCIANINAS - FRUTAS VERMELHAS

(Fonte: Inca

Nota: É proibida a reprodução deste texto em qualquer veículo de comunicação sem a autorização expressa do autor. Só serão permitidas citações do texto desde que acompanhadas com a referência/crédito do autor.

Fonte: Dr. Durval Ribas Filho, médico nutrólogo e presidente da Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN)

Clique aqui para ler este artigo na Portal Nutrição