Conhecendo a importância de falar inglês Macapá, Amapá

Veja uma breve análise sobre a importância de falar inglês fluentemente. Sem saber falar inglês fluentemente, é completamente impossível conseguir uma boa colocação numa grande empresa. Hoje as escolas de Línguas facilitam em muito o trabalho dos estudantes: divir as aulas em módulos específicos, preparar cursos de Férias ou fornecer direcionamento na aprendizagem.

Caesa Oiapoque
(96) 521-1195
psg Rio Branco, Central
Macapá, Amapá
 
Caesa Cia de Água e Esgoto do Amapá
(96) 223-2233
av Ernestino Borges, 222, Laguinho
Macapá, Amapá
 
Caesa Santána
(96) 281-2311
r Ubaldo Figueira, 1185
Macapá, Amapá
 
Caesa L Jari
(96) 621-1331
r Tancredo Neves, São Lazaro
Macapá, Amapá
 
Jr Pinho
(96) 223-3106
av Padre Julio Maria Lombard, 2750, a, Central
Macapá, Amapá
 
Caesa Amapá
(96) 421-1261
r Guaranuy, 340
Macapá, Amapá
 

Conhecendo a importância de falar inglês

publicidade

Você escreve bem? Ótimo. Lê muito, sabe "embromar" umas três músicas em espanhol, consegue desvendar algumas palavras no manual escrito em inglês, se despede das visitas em Japonês, fala palavrão em Francês e diz que ama o namorada em Alemão.

Parabéns, campeão! Mas sem um curso de línguas comprovadinho no currículo, acompanhada de uma fala fluente na ponta da língua e experiência,  fica difícil conseguir aquele estágio ou emprego que você sempre desejou.

Há quem diga que sem saber falar inglês fluentemente, é completamente impossível conseguir uma boa colocação numa grande empresa. Mas não precisa se desesperar, hein?
 
Hoje as escolas de Línguas facilitam em muito o trabalho dos estudantes: divir as aulas em módulos específicos, preparar cursos de Férias ou fornecer direcionamento na aprendizagem, utilizando os cursos dirigidos (Negócios, viagens, Área Acadêmica) são apenas alguns exemplos.

Existem ainda as opções de intercâmbio: muitas escolas dispõe desse serviço, facilitando todo o trabalho para os alunos.

Enquanto isso, você já pode ir checando os serviços dos principais cursos da cidade para dar aquele "tchan" ao currículo. Boa sorte!

Clique aqui para ler este artigo na Universiti