Conhecendo a gestão hoteleira de sucesso Formosa, Goiás

Aprenda no artigo abaixo 8 dicas para administrar um empreendimento na área hospedeira turística com sucesso. A multidisciplinaridade permite que o profissional de turismo para exercer com sucesso sua atividade, busque trabalhar em conjunto com outros profissionais como biólogos, geográfos, administradores, economistas, profissionais de marketing etc...Leia mais abaixo.

Mídia Link
(62) 3587-1110
av 2a Avenida Q 1b, s/n lt 42/44 c 8, Cidade Empresarial
Aparecida de Goiânia, Goiás

Dados Divulgados por
Petit Comitê Propaganda
(62) 3097-3137
av 2a Avenida, s/n Lote 46, Cidade Empresarial
Aparecida de Goiânia, Goiás

Dados Divulgados por
TTA Propaganda e Assessoria de Marketing Ltda
(62) 3092-9292
r Oitenta e Nove, 235, St Sul
Goiânia, Goiás

Dados Divulgados por
Oportunidade de Negócios
(62) 9188-0007
Daia
Anápolis, Goiás
 
ARTE FINAL (GRÁFICA & SERIGRAFIA)
(62) 8535-2405
r 36, s/n Qd. 61 Lt. 03, Vila Brasilia
Aparecida de Goiânia, Goiás

Dados Divulgados por
Jaime Som Publicidades e Eventos Ltda
(62) 9263-4330
r Luzia,Sta, 2132, Jd Nova Esperança
Goiânia, Goiás

Dados Divulgados por
Art Sã Serviços Gráficos Ltda
(62) 3291-4987
r P-16, 321, Qd 77 Lot 16, St dos Funcionários
Goiânia, Goiás

Dados Divulgados por
Organização Mario Brockes Propaganda Ltda
(62) 3255-6565
av T-4, 1445, St Bueno
Goiânia, Goiás

Dados Divulgados por
Nitydez Comunicação Visual
(62) 3549-5159
av 10 Q 6, s/n lt 15, Jd Bonanza
Aparecida de Goiânia, Goiás

Dados Divulgados por
Goiania Painéis Ltda
(62) 3287-2770
r Benjamin Vieira, 185, Cid Jardim
Goiânia, Goiás

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Conhecendo a gestão hoteleira de sucesso

Editoria: Vininha F. Carvalho15/8/2009

As Oito Maravilhas do Turismo

O desafio da implementação do desenvolvimento sustentável no mundo está lançado. A integração entre governos, empresas privadas, organizações não-governamentais e sociedade civil, para a construção de um mundo melhor, com preservação ambiental e vida digna para a população, vem sendo articulada por diversas pessoas sérias ligadas ao desenvolvimento do turismo .

Turismo é fluxo de pessoas, integração e alteração de costumes e modos de vida. É consumo da paisagem. Turismo é multidisciplinar e envolve geografia (uso do solo) economia (efeito renda e emprego, balança de exportações) ecologia (recursos naturais) é história (patrimonio) é sociologia (costumes e qualidade de vida). Pode ser considerado como um fenômeno da sociedade atual.

Não é porque o turismo é multidisciplinar que todos podem dar palpites na gestão de um projeto. Cada um tem que palpitar dentro da sua área.A multidisciplinaridade permite que
o profissional de turismo para exercer com sucesso sua atividade, busque trabalhar em conjunto com outros profissionais como biólogos, geográfos, administradores, economistas, profissionais de marketing etc...É necessário ter uma visão do turismo baseada em quatro elementos: ambiental, econômico, social e cultural. Não pode haver um trabalho isolado. Deve-se promover o envolvimento da comunidade local, usando o bom senso , de maneira séria e responsável, sem sensacionalismo.

A identidade do" fenômeno turístico" , a meu ver , deve ser configurada no cotidiano , nos possibilitando eleger como as oito maravilhas do turismo, as seguintes posturas :

1) Competência: capacidade de mobilizar, desenvolver e aplicar conhecimentos, habilidades e atitudes no desempenho do trabalho e na solução de problemas para gerar os resultados esperados.Um hábil administrador nos inúmeros campos profissionais, no convívio com as equipes multidiciplinares, sabe pedir o apoio de áreas afins, buscando entender o turismo em sua totalidade histórica e humanista.

2) Criatividade: Capacidade para promover a integração com o meio ambiente, criando situações onde o turista possa experimentar a natureza de forma prazerosa, além de dispor de conhecimento, que permita informar sobre cultura, história, flora, fauna, clima, particularidades, curiosidades da região e promovendo, assim, a educação ambiental, através de técnicas de interpretação da natureza, correlacionando com hábitos urbanos, evitando impacto ambiental acima do suporte de carga permitido.

3)Segurança: é necessário saber promover o bem estar e garantir a integridade física dos turistas, combinando com o grupo regras de convívio, viabilizar atividades de entretenimento, lazer e integração, criar relações positivas, manter a motivação e interesse na programação, dimensionar os passeios, escaladas e paradas, observar sinais de desgaste, recomendar alimentação e vestuário adequados às atividades, indicar locais para banhos, necessidades
fisiológicas.

4)Organização: Elaboração do roteiro de maneira criteriosa , confirmando os serviços de apoio, garantindo a possibilidade de comunicação, providenciando transporte especial, garantindo o cumprimento da programação, providenciando alimentação de parada / percurso e acomodação, providenciando materiais e equipamentos necessários, manter em ordem a pasta com documentação da agência, ficha médica e termo de responsabilidade aceitando as condições do roteiro,
informar chegada, elaborar relatório e registrar ocorrências orientar o preparo de refeições, o que pode incluir: indicar procedimentos de higiene e segurança alimentar.

5)Planejamento: Divulgação de opções de interesse turístico, sugerir outros roteiros, recomendar pontos de compras e passeios adicionais.Orientar motorista, indicando roteiros, horários e pontos de parada, alertar sobre aspectos de segurança, conforto e velocidade adequada ao passeio.Ajustar roteiros, o que pode incluir: alterar atividades e programação considerando as vias de acesso e as condições climáticas, segurança e horários, redefinir trajeto e pontos de parada.

Assegurar a satisfação dos clientes, o que pode incluir: observar a satisfação dos turistas, receber reclamações e sugestões, solucionar problemas e conflitos, indicar melhores posições para fotos e filmagens, apoiar pessoas com necessidades especiais, idosas e crianças, estabelecendo paradas especiais.

Dominar roteiros de excursões em ambiente não urbano, o que pode incluir: demonstrar capacidade para conduzir grupos de turistas por percursos que incluam: recepção, traslado e pernoite.

6)Seriedade: As competências necessárias ao alcance dos resultados esperados devem ser avaliadas através dos seguintes conhecimentos, habilidades e atitudes:
conhecer flora, fauna, ecologia, geografia física, limites para suporte de carga.Conhecer cartas e mapas, escalas, curvas de nível e técnica de orientação com uso de bússola.Conhecer a legislação ambiental e técnicas de condução de grupo em ambiente natural, condicionamento físico e dimensionamento de esforço.Ser ético ao recomendar pontos de compras ou passeios adicionais

7)Empreendedorismo: Estudos realizados identificaram a capacitação como uma necessidade imediata no atual cenário do turismo.É necessárioconhecer as técnicas de entretenimento, lazer, integração e estratégia de solução de conflitos.Conhecer técnicas de vendas.Ser uma pessoa líder e controlado, prática, dinâmica e ativa.

Ser empático e expressivo na comunicação, argumentar com lógica de maneira clara e articulada, sem vícios de linguagem.Ser uma pessoa tranqüila e segura que mantém o equilíbrio emocional para administrar situações constrangedoras ou de emergência.Criar alternativas de emprego e de oportunidades de renda para as comunidades locais,

8) Profissionalismo: Sólida formação crítica, permitindo que a pessoa entenda politicamente a formação de sua categoria enquanto organização política e sindical. E saiba lutar por um turismo auto-sustentável que preserve o ecossistema e os interesses nacionais no campo econômico, cultural e político. Apoiando a conservação das áreas visitadas através da geração de benefícios econômicos para as comunidades hospedeiras .

Neste meu processo de escolha das As Oito Maravilhas do Turismo, esclareço que turismo legítimo é aquele que apresenta um compromisso com a conservação ambiental e cultural e com o desenvolvimento social das comunidades envolvidas, consiste numa alternativa promissora para o desenvolvimento sustentável da região.

É preciso dimensionar o conhecimento e o potencial turístico da região, através do levantamento de potenciais atrativos, diagnóstico e análise técnica empresarial dos atrativos naturais e culturais de maneira responsável e construtiva , é necessário saber" globalizar, regionalizando".

Fonte: Vininha F. Carvalho - Del Valle Editoria

Clique aqui para ler este artigo na Ecotour