Conheça a depilação definitiva Manaus, Amazonas

Eliminar os pêlos em caráter definitivo é o grande desejo das mulheres, cansadas de sofrer com as sessões mensais de depilação com cera quente. Hoje há aparelhos modernos que podemos controlar a freqüência, como a luz pulsada, e nós sugerimos que o paciente passe um anestésico na região uma hora antes de iniciar a sessão. Leia mais no artigo abaixo.

João BL Botelho
(92) 234-5609
bc Ribeiro, 520, sl 705, Parque 10 De Novembro
Manaus, Amazonas
 
Wellington Sampaio
(92) 236-1672
r Acre, 31, bl 31 b ap 3, Parque 10 De Novembro
Manaus, Amazonas
 
João LP Machado
(92) 232-4559
bc Ribeiro, 620, sl 203, Parque 10 De Novembro
Manaus, Amazonas
 
Paulo MG Lobo
(92) 633-1764
r Ramos, 89, São José Operário
Manaus, Amazonas
 
Antônio Lg Matos
(92) 236-7505
av C Nery, 2240
Manaus, Amazonas
 
Roberto O Mello
(92) 232-3915
r C Azevedo, 9, sl 206
Manaus, Amazonas
 
Luciana SM Vieira
(92) 233-1878
r Ferreira, 1297
Manaus, Amazonas
 

Conheça a depilação definitiva

Eliminar os pêlos em caráter definitivo é o grande desejo das mulheres, cansadas de sofrer com as sessões mensais de depilação com cera quente. O método a laser, apesar de já estar disponível há 10 anos, está ganhando cada vez mais espaço no mercado de beleza e vem conquistando consumidoras que querem suprimir os indesejáveis pêlos. A dermatologista Samar Harati, médica responsável pelo setor de dermatologia do Hospital São Luiz, em São Paulo, explica com detalhes como funciona o método.

De acordo com a especialista, as áreas mais procuradas pela ala feminina são as pernas, a virilha, a axila e o buço. O laser é uma luz amplificada e direcionada que age sobre um 'ponto' que, no caso dos pêlos, é a melanina. Por isso, quanto maior a concentração da melanina, mais escuro o pêlo será e o tratamento será muito mais eficiente. "O melhor paciente é aquele que tem pele clara e pêlos mais escuros", diz a dermatologista.

Hoje o Brasil dispõe de uma gama grande de tipos de laser. Segundo a especialista, os mais utilizados são o laser de diodo e a luz pulsada. O Alexandrita, o Rubi e o NDYAG também são utilizados no Brasil. "O laser de diodo é o mais eficaz para os pêlos grossos. O resultado é muito bom, o paciente fica um longo tempo sem ver o pêlo crescer, mas em compensação é um método bastante dolorido", explica Samar. "Já a luz pulsada é indicada para todos os tipos de pele, inclusive a negra."

A pergunta mais feita pelas mulheres é se o método dói como a cera quente. "A sensibilidade varia de pessoa para pessoa", diz a dermatologista. "Hoje há aparelhos modernos que podemos controlar a freqüência, como a luz pulsada, e nós sugerimos que o paciente passe um anestésico na região uma hora antes de iniciar a sessão", completa. A sensibilidade da pessoa é a condutora do tempo de cada sessão. De acordo com Samar, numa análise geral, a duração média de uma sessão de buço e queixo é de 15 minutos, de virilha e axila está em torno de 20 minutos e aplicação na perna inteira leva de uma a duas horas.

Não há um padrão definitivo de quantas sessões são necessárias para eliminar totalmente os pêlos. "O número de sessões depende do pêlo - se é grosso, fino, claro ou escuro -, do fototipo da pessoa e também do tipo de laser ou luz utilizada", explica a dermatologista. Ela diz que pode variar de cinco a seis sessões, mas que elas podem aumentar, pois há casos de retorno e manutenção do tratamento.

Um ponto bastante questionado entre os especialistas é se a depilação a laser é definitiva. Como, em alguns casos há a interferência de hormônios, os médicos preferem dizer que o tratamento é de longa duração. "É difícil ter a permanência para a vida inteira", destaca Samar.

A dermatologista saliente alguns cuidados que devem ser tomados antes e durante as sessões de depilação a laser. É recomendado ficar longe de praias e piscinas, fundamentalmente do sol. "É preciso aplicar o filtro solar três vezes ao dia, mesmo em peles escuras e nunca, nem pensar em tomar sol", diz. Além disso, após a sessão, a especialista indica o uso de bolsa de gelo e a aplicação de um corticóide ou calmante. Ela aconselha não realizar nenhum tipo de depilação (nem com cera e nem raspar) seis semanas antes da primeira sessão. "Quem estiver em tratamento contra acne com o remédio Roacutan deve esperar seis meses para fazer a primeira aplicação de laser", salienta.

Não há contra-indicações do tratamento, mas Samar faz um alerta para as pessoas que tem cicatriz, quelóide, pintas, sardas, tatuagens ou maquiagem definitiva. "Como o laser atinge a melanina, pode borrar ou até clarear alguma região", justifica. Em relação aos valores de cada sessão, a especialista afirma que varia de acordo com o aparelho.

Clique aqui para ler este artigo no Guia da Plastica