Como chegar com o corpo em forma para o verão Macapá, Amapá

O presente artigo da varias dicas de como correr e ainda chegar ao verao com um corpo em forma. Para agilizar o processo de redução de medidas, gordura localizada e do mal que incomoda a maior parte do público feminino - a celulite, os tratamentos disponíveis nos consultórios de dermatologia são um grande aliado. Veja mais no artigo abaixo.

Clinica dos Olhos
(96) 3222-2131
r Cândido Mendes, 1299 ca A Central
Macapá, Amapá

Dados Divulgados por
Zeneide Alves
(96) 3224-2425
av Pres Getúlio Vargas, 1062
Macapá, Amapá

Dados Divulgados por
Centro de Estetica Selma
(96) 225-2500
r Tiradentes, 308 Altos Central
Macapá, Amapá

Dados Divulgados por
Clinica Dr Alexandre
(96) 3224-1776
av Dq de Caxias, 730
Macapá, Amapá

Dados Divulgados por
Med Center
(96) 3222-1231
r S José, 1704 Central
Macapá, Amapá

Dados Divulgados por
Jose M Lobato
(96) 3223-3315
av Antônio Coelho Carvalho, 424 Central
Macapá, Amapá

Dados Divulgados por
Mesoclin
(96) 3223-4248
av Procópio Rola, 2431 Santa Rita
Macapá, Amapá

Dados Divulgados por
Consultorio Dr Romerval
(96) 3222-5223
av 1de Maio, 192
Macapá, Amapá

Dados Divulgados por
News Estetica
(96) 3223-7799
av Mendonça Furtado, 1007
Macapá, Amapá

Dados Divulgados por
Clinica de Estetica Antonyelle
(96) 3222-5759
av Raimundo Álvares Costa, 998
Macapá, Amapá

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Como chegar com o corpo em forma para o verão

E com isso vem a preocupação de estar com o corpo bonito e saudável. Dietas, aulas na academia, corrida e caminhadas começam a fazer parte da agenda de muitas mulheres. E para agilizar o processo de redução de medidas, gordura localizada e do mal que incomoda a maior parte do público feminino - a celulite, os tratamentos disponíveis nos consultórios de dermatologia são um grande aliado. Velashape, Accent, Star Lux Deep IR, Thermacool NTX e Ultrashape são alguns dos procedimentos que podem auxiliar na corrida do corpo saudável.

"Para ter melhores resultados o interessante é associar algumas técnicas, através de um programa de tratamento personalizado com orientações de médicos dermatologistas e fisioterapeutas trabalhando de forma integrada", informa Dra. Paula Bellotti - membro efetivo da Sociedade Brasileira de Dermatologia, da Sociedade de Cirurgia Dermatológica e da Socieétè Française Dermatologie.

Entre as principais queixas nos consultórios está a celulite. Trata-se de uma doença que não tem cura. Na verdade é um resultado de fatores genéticos e hormonais, quase sempre combinados com excesso de peso e má circulação. Por essa razão, exige um combate direto ao acúmulo de toxinas que se aloja entre as células adiposas, dificultando a passagem do sangue, o que provoca a formação daqueles indesejáveis furinhos na pele.

Atualmente, o Velashape é o procedimento mais completo para os tratamentos de celulite e gordura localizada. Ele reúne radiofreqüência bipolar, com ondas de luz infravermelha, associadas ao mecanismo de sucção a vácuo. O equipamento possui tecnologia segura e eficaz para redução de medidas e tratamento da celulite, além de melhorar o contorno corporal. Os resultados obtidos são altamente satisfatórios, com redução de até 4 centímetros no contorno das coxas, abdome e glúteos e melhora significativa no aspecto da celulite e na qualidade da pele que fica mais lisa e com aparência bonita. O tratamento com o Velashape é indolor e não invasivo, sendo indicado para todos os graus de celulite. A única contra-indicação é realizar o tratamento durante a gravidez.

Um procedimento que pode ser associado ao Velashape é o Accent. Ele é um equipamento de radiofreqüência de alta tecnologia que emite ondas eletromagnéticas. Estas ondas, em contato com os tecidos se transformam em calor. Esse aquecimento promove a quebra dos tecidos adiposos e fibrosos e melhora a circulação sanguínea que, por sua vez ajuda na drenagem de fluídos e toxinas. O equipamento é indicado para tratamentos de redução de gordura, enrijecimento da pele, flacidez, tratamento pós-lipoaspiração e procedimentos faciais.

"O paciente sente apenas uma leve sensação de calor. A área tratada apresenta uma leve vermelhidão que desaparece em pouco tempo. O paciente pode retornar às suas atividades normas logo após o tratamento. A ponteira do aplicador é resfriada e o tratamento indolor. A duração de cada sessão é definida pelo tamanho da área a ser tratada, mas não é demorado", orienta a especialista.

O tratamento com Ultrashape também é indicado nos casos de redução de medidas. Sua nova versão possibilita que o procedimento seja feito com mais rapidez, atingindo também com maior precisão na identificação e ruptura da célula de gordura. Com isso, é possível eliminar um maior número de células gordurosas em uma única sessão.

Segundo Dra. Paula, a tecnologia do Ultrashape é não-invasiva e baseada em ultra-som focalizado, com resultados altamente satisfatórios. "O tratamento é simples e seguro e pode incluir as áreas do abdome, flancos, coxas, entre outras regiões", diz. A melhora local pode ser percebida após uma única sessão na qual ocorre a redução média de 2 a 3 cm na circunferência da área tratada. É um procedimento que não necessita de tempo para recuperação do paciente, nem manutenção após o procedimento, permitindo que o mesmo mantenha sua rotina diária.

Para combater a gordura localizada e a flacidez de pequenas áreas temos o Thermacool NTX com ponteira corporal Deep. Agora, o equipamento conta com nova tecnologia e sua ponteira resfriada tornou o procedimento indolor. Já o Star Lux Deep IR quando utilizado em tratamentos corporais ajuda a amenizar a flacidez e celulite. "O método é indolor, não invasivo e pode ser aplicado em qualquer tipo de pele, durante todo ano associado ou não a outros tratamentos", orienta a especialista.

Vale a pena ressaltar que a aplicação dos procedimentos deve ser feito apenas por um profissional especializado. Além disso, é preciso seguir alguns hábitos saudáveis como a prática de exercícios, alimentação adequada, e ingerir bastante água para que o tratamento tenha resultados positivos.

Clique aqui para ler este artigo no Guia da Plastica