Avaliando o Sandero Stepway da Renault Cuiabá, Mato Grosso

Por dentro as modificações são mais sutis em relação ao Sandero. Velocímetro e conta-giros têm aros brancos e fundo preto com números maiores. O painel central continua na cor prata. A parte inferior do painel é toda em plástico preto com textura formada por pequenas perfurações, e não cinza claro como no Sandero.

Marquinho Automoveis Ltda - Me
(65) 3324-2189
r Miranda Reis, 238, Poção
Cuiabá, Mato Grosso

Dados Divulgados por
Brotas Comercio de Veiculos Ltda
(65) 3028-6971
av Brasil, 20, CPA II
Cuiabá, Mato Grosso

Dados Divulgados por
707 Veiculos Usados Ltda
(65) 3623-4710
av Tenente-Coronel Duarte, 1900, Centro Sul
Cuiabá, Mato Grosso

Dados Divulgados por
Giovanni Automoveis Ltda Me
(65) 3627-2357
av Fernando Correa da Costa, 1225, Jd das Américas
Cuiabá, Mato Grosso

Dados Divulgados por
Guedes Automoveis Ltda
(65) 3616-3600
av Fernando Corrêa da Costa, 716, Bandeirantes
Cuiabá, Mato Grosso

Dados Divulgados por
Maraca Veículos Ltda
(65) 3626-3355
av Miguel Sutil, 8800, Duque de Caxias
Cuiabá, Mato Grosso

Dados Divulgados por
Generauto General Automoveis Ltda
(65) 3023-8250
av Mello,Gal, 3909, Jd Califórnia
Cuiabá, Mato Grosso

Dados Divulgados por
Campos Veiculos Ltda - Me
(65) 3628-2202
av Carmindo de Campos, 773, Jd Petrópolis
Cuiabá, Mato Grosso

Dados Divulgados por
A B de Souza Veiculos - Me
(65) 3622-1704
av Aquino,Dom, 403, Dom Aquino
Cuiabá, Mato Grosso

Dados Divulgados por
Kalypso Car Veiculos Ltda
(65) 3027-6784
av Carmindo de Campos, 828, Jd Petrópolis
Cuiabá, Mato Grosso

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Avaliando o Sandero Stepway da Renault

Fornecido por:

Quanto pior o piso, melhor

 

Durante 10 dias, avaliamos a versão aventureira do Sandero, a Stepway, em trechos urbanos, estradas bem pavimentadas e "bem remendadas", estrada de terra e até mesmo em um caminho íngreme com piso de pedras de minério de ferro. Em alguns casos o modelo mostrou melhor desenvoltura em pisos piores do que nos melhores, indicando que o acerto de suspensão, que proporciona bons 185 mm de altura livre em relação ao solo e ângulos de ataque e saída de 19º, deu habilidades ao Stepway que o Sandero comum não tem.

 

Na cidade a posição elevada mais ajuda que atrapalha. Permite ver o tráfego mais à frente e passa uma sensação de se estar mais seguro em relação à maioria dos carros que são mais baixos. Em estradas com boa pavimentação a altura compromete um pouco a estabilidade nas curvas e nas mudanças repentinas de faixa, quando o carro inclina mais que o normal. Nada que comprometa uma condução responsável, mas, o motorista tem que se adaptar.

 

Em estradas remendadas e esburacadas, "raríssimas" em nosso país, o Stepway trata muito bem seus ocupantes. Passa sobre as irregularidades com pouco barulho na suspensão e pouca vibração no habitáculo em relação aos barulhos e trancos que suspensões convencionais fazem quando passamos por estes buracos e remendos.

 

O conforto poderia até ser melhor se não fossem as grandes e belíssimas rodas aro 16, calçadas em pneu Continental 195/60 que sofre com nossos buracos. Em velocidades acima de 80 km/h , sobre piso ruim, o Sandero Stepway oscila um pouco lateralmente, devido ao centro de gravidade mais elevado e o acerto da suspensão mais "off-road".

 

Mangas de eixo mais reforçadas para os eventuais trancos em trilhas leves e alterações nas relações da caixa de marcha visando garantir o desempenho do bom e conhecido motor 1.6 16V Hi-Flex (único disponível nessa versão), completam as mudanças mecânicas. Mesmo com este acerto na relação das marchas o Stepway ficou mais lento que o Sandero normal nas arrancadas e retomadas. É preciso acelerar mais e atingir um giro mais alto para garantir melhor desempenho.

 

VISUAL ACERTADO

 

Se a Renault não passou com louvor nas alterações mecânicas, ela acertou muito nas mudanças estéticas. Os grandes faróis e lanternas, a altura do teto e a largura do Sandero também contribuíram muito no visual robusto do Stepway. Acabamentos em plástico cinza escuro muito bem desenhados, fabricados e encaixados, contornam todo o carro. No pára-choque da frente eles simulam um quebra-mato, abrigam os faróis de neblina e ainda deixam uma grande entrada de ar protegida por tela plástica em forma de colméia. Nas laterais contornam as caixas de rodas deixando-as mais salientes e cobrem toda a soleira das portas formando um pequeno estribo. No pára-choque traseiro o acabamento sobe quase até a tampa traseira, criando o nicho da placa.

 

Apliques que imitam alumínio dão requinte e esportividade ao acabamento. Nos pára-choques eles simulam o peito de aço existente em carros realmente off-roads. Nas laterais, dão acabamento ao pequeno estribo. Esta mesma cor é usada nas maçanetas, nos retrovisores, no rack e no aerofólio integrado ao mesmo. Todos estes detalhes, os faróis e lanternas com máscaras negras, um novo desenho da grade frontal, a ponteira do escapamento em aço inox polido e as grandes e exclusivas rodas, formam um conjunto muito harmonioso que confere ao Stepway uma imagem forte e aventureira.

 

Um "opcional de série" contempla o comprador do Stepway. São 6 adesivos com temas diferentes que ele pode escolher em ter ou não em seu carro. Optando por ter, ele escolhe um de sua preferência que será aplicado na concessionária, sempre na coluna traseira do lado esquerdo. Com os nada discretos e obrigatórios adesivos "Stepway" das portas da frente e o da porta do porta-malas, forma-se um conjunto quase alegórico de identificação do modelo.

 

INTERIOR TAMBÉM AVENTUREIRO

 

Por dentro as modificações são mais sutis em relação ao Sandero. Velocímetro e conta-giros têm aros brancos e fundo preto com números maiores. O painel central continua na cor prata. A parte inferior do painel é toda em plástico preto com textura formada por pequenas perfurações, e não cinza claro como no Sandero.

 

As maçanetas internas e os puxadores das portas continuam na cor prata, sendo que os puxadores vêm com a inscrição Stepway e uma textura que faz lembrar a malha da fibra de carbono (opcional atrelado ao revestimento em couro dos bancos). Nas soleiras, adivinhe o que tem? Mais inscrições Stepway. É muita identificação por metro quadrado!!!

 

O modelo que testamos era o mais completo e vinha com bancos revestidos em couro. A qualidade do couro, das costuras e o caimento do revestimento deixam a desejar. O tecido em tear com duas cores combina mais que o couro neste modelo. Resumindo: se o consumidor deste segmento valoriza mais a imagem aventureira que a aptidão em si, nota máxima para a Renault.

 

Apesar de um design muito mais atual, o Sandero herdou boa parte do "DNA" do Logan e o Stepway não fugiu à regra. Os botões do sistema de circulação de ar são pequenos e passam fragilidade. Destaque negativo para o que aciona o ar-condicionado que é mínimo. O que regula a velocidade de circulação do ar é integrado ao que determina re-circulação interna ou circulação de fora para dentro. Ao acioná-lo foi comum mudar a velocidade sem querer. As saídas de ar, apesar de bonitas e eficientes, são super simplificadas e para usá-las é necessário segurar por dentro das aletas, pois não existe pega. Se estiverem sujas, você vai precisar lavar as mãos depois. Os acionadores dos vidros da frente estão no painel central e os dos vidros de trás em posição pior ainda, no fim do console central. O controle dos retrovisores elétricos esta ao centro do console e sob o freio de mão. Para usá-lo, a alavanca tem que estar puxada.

 

O espaço interno do Sandero é imbatível. Ele é um hatch compacto com espaço maior que muitos médios. Nos bancos dianteiros, traseiros e no porta-malas tem mais espaço que em seus concorrentes. A única falha grave é a falta do encosto de cabeça e cinto de três pontos para o passageiro central do banco traseiro. Economia porca infelizmente praticada pela maioria das montadoras no Brasil.

 

CONSUMO RAZOÁVEL

 

No nosso circuito de testes metade cidade, metade estrada o Sandero Stepway marcou no computador de bordo 7,2 Km/l, sempre com álcool. Este computador é de série e muito útil. Além de consumo médio, ele marca consumo em litros de combustível, tempo de viagem e distância percorrida.

 

O motor 1.6 16V Hi-Flex rendem 107cv com gasolina e 112cv com álcool. Apesar das 16 válvulas, este motor tem bom torque à partir de 2.500 rotações e tem bom desempenho.

 

Os principais itens da versão de entrada do Sandero Stepway que custa R$ 41.790,00 são: direção hidráulica, banco do motorista com regulagem em altura, computador de bordo, rodas em liga leve de 16 polegadas , rack com aerofólio entre outros. A versão mais completa chega bem perto dos 52 mil reais e trás entre outros opcionais duplo airbag e sistema ABS de freios.

 

Para quem curte um carro diferente com estilo moderno, amplo espaço interno e alguma aptidão para encarar os mais variados pisos de nossas cidades e estradas, o Sandero Stepway é uma boa opção.

 

 

 

Clique aqui para ler este artigo na Autopista.com