Aprendendo a transformar o estágio em contratação Mossoró, Rio Grande do Norte

Aprenda no artigo abaixo dicas para transformar o estágio em contratação. É muito difícil conseguir estágio, e acredite: permanecer exige ainda mais esforços. Para ter uma noção de como você pode melhorar seu desempenho, pedimos a ajuda do Jornalista e Professor da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) Orlando Ângelo.

Conecta Serviços Terceirizados Ltda
(84) 3234-8302
av Jerônimo Câmara, 1777 Lagoa Nova
Natal, Rio Grande do Norte

Dados Divulgados por
Artt Terceirização
(84) 3202-3099
r Dr Renato Dantas, 483 Petrópolis
Natal, Rio Grande do Norte

Dados Divulgados por
Empresa de Despachos e Representações Ltda
(84) 3222-2346
r Frei Miguelinho, 14 s 2 Ribeira
Natal, Rio Grande do Norte

Dados Divulgados por
GS Locação de Mão-de-Obra Ltda
(84) 3211-4845
av Sen Salgado Filho, 1480 sl 7
Natal, Rio Grande do Norte

Dados Divulgados por
Consultoria em RH e Gestão de Pessoas
(84) 9112-8118
Rua das Cochas,2251
Natal, Rio Grande do Norte
 
Guararapes Serviços Ltda
(84) 3201-9475
av Pres Bandeira, 339 an 2 Alecrim
Natal, Rio Grande do Norte

Dados Divulgados por
Impreiteira Damião Morais
(84) 9953-1822
r Jardim Eden, 20 tv 2 Planalto
Natal, Rio Grande do Norte

Dados Divulgados por
JMT Service Locação de Mão de Obra Temporária
(84) 9121-9269
r S José, 2090 Lagoa Nova
Natal, Rio Grande do Norte

Dados Divulgados por
JF Locação de Mão-de-Obra
(84) 3221-5376
r João Pessoa, 198 sl 309 Cidade Alta
Natal, Rio Grande do Norte

Dados Divulgados por
Gel Comércio e Serv Ltda
(84) 3207-2565
av Ayrton Senna, 4602 Neópolis
Natal, Rio Grande do Norte

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Aprendendo a transformar o estágio em contratação

publicidade

Chegou a tão esperada hora: você pagou a maioria das cadeiras da faculdade com ótimas médias, se engajou em projetos, passou por monitoria e enfim, passeava os olhos no quadro de avisos de um corredor quando uma única palavra chamou sua atenção: estágio. Se conseguir é difícil, acredite: permanecer exige ainda mais esforços.

Para ter uma noção de como você pode melhorar seu desempenho, pedimos a ajuda do Jornalista e Professor  da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) Orlando Ângelo, que convive com estagiários e sabe bem o que as empresas exigem. Ele nos deu sete dicas bem rápidas que podem estar separando seu estágio de uma contratação, é só conferir:

1- Buscar se manter o mais atualizado possível sobre os mais diversos assuntos que envolvam a sociedade. Para isso, deve ouvir rádio, assistir programas jornalísticos na TV, ler jornais e portais noticiosos diariamente;

2- Se dedicar às disciplinas com conteúdo técnico-profissionalizante, bem como com os componentes curriculares teóricos e com carga humanística para comprovar conhecimentos na área na qual pretende se graduar, para que possa responder a qualquer indagação de outras pessoas no seu ambiente de estágio;

3- Manter um bom relacionamento com a equipe de trabalho da empresa na qual está estagiando, respeitando os limites do profissionalismo, como forma de obter apoio, ajuda e orientação para o exercício da sua função;

4- Ter consciência de que as atividades desenvolvidas se relacionam à estágio e não a um produto final, pronto para ser divulgado. Ou seja, a decisão final sobre o material depende do chefe ou orientador imediato;

5- Não se acomode. Procure realizar um pouco mais do que lhe é cobrado, superando as expectativas de resultado por parte do chefe ou orientador direto;

6- Tenha sempre em mente o que você pode produzir, caso não lhe seja repassada nenhuma atividade. Mas, cuidado para que seu superior imediato não imagine que você está querendo superá-lo em termos de conhecimento e agilidade;

7- Se vista bem, seja pontual, respeite as regras da empresa, se relacione bem com os colegas, não seja pernóstico nem incoveniente, não converse o que não deve, não critique - embora mantenha vivo o seu senso crítico a respeito das coisas à sua volta -, se mantenha ligado em seu trabalho, não se distraia em abstrações e superficialidades.

Clique aqui para ler este artigo na Universiti