Aprendendo a comer adequadamente nos dias de folia Manaus, Amazonas

Aprenda como se alimentar de forma saudável nos dias de folia. Veja como uma dieta saudável pode prolongar os dias de diversão. Para os sedentários e pessoas acostumadas à atividade física leve, a alimentação deve ser variada no período pré-carnaval.

João BL Botelho
(92) 234-5609
bc Ribeiro, 520, sl 705, Parque 10 De Novembro
Manaus, Amazonas
 
Wellington Sampaio
(92) 236-1672
r Acre, 31, bl 31 b ap 3, Parque 10 De Novembro
Manaus, Amazonas
 
João LP Machado
(92) 232-4559
bc Ribeiro, 620, sl 203, Parque 10 De Novembro
Manaus, Amazonas
 
Paulo MG Lobo
(92) 633-1764
r Ramos, 89, São José Operário
Manaus, Amazonas
 
Antônio Lg Matos
(92) 236-7505
av C Nery, 2240
Manaus, Amazonas
 
Roberto O Mello
(92) 232-3915
r C Azevedo, 9, sl 206
Manaus, Amazonas
 
Luciana SM Vieira
(92) 233-1878
r Ferreira, 1297
Manaus, Amazonas
 
Silval B Rodrigues
(92) 533-3413
pc Quatorze de Maio, 1643, bv, Centro
Parintins, Amazonas
 

Aprendendo a comer adequadamente nos dias de folia

Publicidade "Médicos nutrólogos dão dicas de alimentação saudável para o período momesco"

O carnaval é a festa mais esperada pelos brasileiros. São quatro dias de animação, mas que muitas vezes trazem conseqüências indesejáveis como gripes, viroses ou fadiga extrema. "Ninguém precisa deixar de lado a brincadeira e, com simples cuidados, a folia pode durar ainda mais", diz o médico nutrólogo e presidente da Associação Brasileira de Nutrologia (Abran), Dr. Durval Ribas Filho. Para ele, uma alimentação correta pode ser a grande aliada do folião que deseja aproveitar ao máximo e manter-se saudável.

Segundo o Dr. Paulo Masano, médico nutrólogo da Abran, as folias carnavalescas podem ser comparadas aos exercícios físicos em geral, variando de média à alta intensidade. Portanto, segundo ele, as pessoas acostumadas à atividade física devem manter a alimentação usual no período pré-carnavalesco e apenas aumentar um pouco o consumo de carboidratos e líquidos durante os dias de festa.

Para os sedentários e pessoas acostumadas à atividade física leve, a alimentação deve ser variada no período pré-carnaval, com o chamado "prato colorido" rico em minerais e vitaminas, de acordo com o médico nutrólogo. "Durante as festas, recomendo dar ênfase aos carboidratos e não descuidar da hidratação, consumindo mais líquidos que o habitual", diz Ribas Filho.

Bebidas alcoólicas ingeridas em excesso são um grave problema durante o carnaval. Além de acidentes de todo tipo, podem deprimir o sistema imunológico e facilitar a instalação de doenças infecciosas. Outro cuidado especial dever ser com o uso concomitante de álcool e energéticos, associação geralmente danosa ao sistema nervoso central.

Para afugentar a ressaca do pós-carnaval, Masano recomenda evitar o uso de medicamentos: "São inócuos", diz e acrescenta: "Uma boa salada de frutas, iogurtes, fermentados, ou uma canja de galinha curam qualquer ressaca. Para se manter disposto o ideal é brincar e dormir. Afinal ninguém é de ferro".

Outra coisa a evitar, de acordo com os médicos da ABRAN, são os alimentos vendidos sem higiene adequada devido ao alto risco de causarem uma infecção intestinal, outra vilã de vários carnavais. "Frituras e gorduras em demasia retardam o esvaziamento gástrico dificultando a digestão. É indicado também ingerir uma alimentação leve, evitando os excessos", recomenda Masano.

Para o médico nutrólogo, uma vez instalada a virose, repouso e alimentação adequada são fundamentais. Alimentos frescos e variados são os mais indicados, com ênfase às frutas, verduras, legumes, leite e cereais. "O velho 'arroz com feijão' fornece todos os aminoácidos essenciais para a construção das proteínas necessárias para o funcionamento adequado do sistema imunológico", completa.

Alguns alimentos adequados aos dias de folia

· Barras de cereais e de proteínas

· Frutas

· Isotônicos

· Água de coco

· Sucos naturais

· Chás

· Oleaginosas (castanha de caju, nozes, amêndoas etc.)

Serviço:
Sobre a ABRAN
A ABRAN - Associação Brasileira de Nutrologia - é uma entidade médica científica reconhecida pelo Conselho Federal de Medicina. Fundada em 1973, dedica-se ao estudo de nutrientes dos alimentos, decisivos no diagnóstico, na prevenção e no tratamento da maior parte das doenças que afetam o ser humano, as enfermidades nutricionais. Reúne 3.200 associados: médicos nutrólogos, cientistas, pesquisadores e profissionais na área de nutrição, que atuam no desenvolvimento e atualização científica em prol do bem estar nutricional, físico, social e mental da população.

Nota: É proibida a reprodução deste texto em qualquer veículo de comunicação sem a autorização expressa do autor. Só serão permitidas citações do texto desde que acompanhadas com a referência/crédito do autor.

Fonte: Dr. Durval Ribas Filho - Nutrólogo e presidente da Associação Brasileira de Nutrologia (Abran)

Clique aqui para ler este artigo na Portal Nutrição