Aprenda como reciclar o óleo de cozinha Itabuna, Bahia

O presente artigo fala a respeito da concientizacao a respeito da reciclagem do oleo de cozinha. A coleta pode ser feita atravez de containers colocados nos predios e casas. Veja mais no artigo abaixo.

Ecoplásticos Bahia Reciclagem
(71) 3301-4476
r José Roberto Ottoni, s/n, Valéria
Salvador, Bahia

Dados Divulgados por
Salvaplast Indústria e Com de Mat Reciclavel
(71) 3365-0071
r Pedreira Aratu, s/n, Cassange
Salvador, Bahia

Dados Divulgados por
Polinordeste Polímeros Com de Sucatas Ltda ME
(71) 3431-1339
r Itatuba, 201, Parque Bela Vista
Salvador, Bahia

Dados Divulgados por
Metal Cobre
(71) 3314-1048
r Fernandes Vieira, 2, Calçada
Salvador, Bahia

Dados Divulgados por
Recinor Reciclagens do Nordeste
(71) 3246-5558
r Pisca Pisca, s/n, Águas Claras
Salvador, Bahia

Dados Divulgados por
Jf Brasil
(71) 3314-8758
av Luiz Régis Pacheco, 340, Uruguai
Salvador, Bahia

Dados Divulgados por
Atma Reciclagem
(71) 3307-0289
av Afrânio Peixoto, s/n, Praia Grande
Salvador, Bahia

Dados Divulgados por
Santana, James C G
(71) 3322-2763
r Cabeça, 43, 2 de Julho
Salvador, Bahia

Dados Divulgados por
Bahia Ecologia Emp de Reciclagem de Papel Papelão
(71) 3211-1795
r Pisca Pisca, s/n, Águas Claras
Salvador, Bahia

Dados Divulgados por
Remonecente
(71) 3211-1839
av Aliomar Baleeiro, 52, Campinas de Pirajá
Salvador, Bahia

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Aprenda como reciclar o óleo de cozinha

Ecóleo A Ambientalista Célia Marcondes, frente à SAMORCC (Soc. Amigos e Moradores de Cerqueira César), um dos bairros mais abastados e adensados da Capital paulistana, implantou o Projeto de Coleta de Óleo de porta a porta, disponibilizando containeres em condomínios e comércio em geral, na região de Cerqueira César, Jardins e Consolação. Para tanto, fez parceria com a TREVO, que ganhou notoriedade.

O projeto ultrapassou os limites geográficos do bairro, atingindo outras áreas da cidade, outros Municípios, outros Estados e até outros Países (atualmente está ajudando na implantação do Projeto na Argentina).

Ecóleo Para ampliar o projeto, reuniu as seis maiores coletadoras de óleo (Trevo, Lirium, Só-Óleo, Disk Óleo, Comercial Brentel, Giglio, mais um grupo de ambientalistas e empreendedores e criou a ECÓLEO - Associação Brasileira para sensibilização, coleta e reciclagem dos resíduos de óleo de cozinha, entidade esta, de abrangência nacional.
A entidade já atingiu a marca de mais de 1 milhão de litros de óleo por mês!!! (praticamente 1 lago de óleo mês!) A quantia coletada, corresponde a menos de 5% do óleo descartado.

Considera-se que cada família descarte 1 litro de óleo/mês e que um litro de óleo contamina mais de 25 mil litros de água, além disso, o óleo descartado na pia, vasos ou meio-ambiente compromete a tubulação, incidindo no custo de água.
Nos rios, lagos, etc., o óleo cria uma película que impede a respiração e mata milhares de espécies de seres vivos - animais e vegetais.

Protesto da Ecóleo Assim, a ECÓLEO foi criada com a finalidade de mobilizar ONGs e governo, colaborando com as prefeituras de cada cidade na implantação do projeto, que vai desde a sensibilização até a reciclagem do resíduo coletado, criando-se eco-pontos, mobilizando as escolas, postos de polícia, postos de saúde, comércio, igrejas, etc., enfim, uma campanha que mobiliza, esclarece e cobra responsabilidades do Poder Público e da sociedade em geral.

A ECÓLEO se coloca à disposição para implantar o projeto em qualquer Município de qualquer estado do País. Contato: www.ecoleo.org.br

Ecóleo - Associação Brasileira para Sensibilização,
Coleta e Reciclagem de Óleo de Cozinha
Rua Augusta, 2.676 | 22º andar | Tel./fax. 3081.3418 | São Paulo - SP

Revista Ecoturismo

Clique aqui para ler este artigo na Revista Ecoturismo