Aprenda a ser criativo com inteligência Guarapari, Espírito Santo

Inteligência é uma função do cérebro. É a capacidade de organizar as informações, fazer comparações, formular conceitos e propor soluções. Todas as pessoas têm esta capacidade, independentemente de cor de pele, sexo, tamanho da cabeça, escolaridade, nacionalidade etc. Veja mais abaixo.

Escola de Aviação (Comissário de Voo)
(27) 3035-2855
Vitória (Espírito Santo)
Vitória, Espírito Santo
 
Escola Brasileira de Medicina Chinesa - Unidade Vila Velha
(27) 3032-7242
Rua Antônio Ataíde, 681
Vila Velha, Espírito Santo
 
Cursos Futurus
(273) 261-2912
r Jerônimo Monteiro, 16, Coroado
Guarapari, Espírito Santo
 
Adec Consórcios
(273) 261-3100
rod Jones dos Santos Neves, 3535, Itapebussu
Guarapari, Espírito Santo
 
Patricia Gonçalves de Oliveira
(273) 386-4654
r Getulio Vargas, 83, Rosa Da Penha
Cariacica, Espírito Santo
 
Comissario de Bordo
(27) 3035-2855
http://comissariodevoovitoriaes.blogspot.com/
Vitória, Espírito Santo
 
Fox K Ltda
(273) 361-4332
av Doutor Roberto Calmon, 194, ap 201, Centro
Guarapari, Espírito Santo
 
Contauto Adm e Consórcios Ltda
(273) 361-5599
r Ewerson de Abreu Sodre, 978, Muquicaba
Guarapari, Espírito Santo
 
Ines F Corassa
(273) 225-7463
av Anisio Fernandes Coelho, 1355, Jardim Da Penha
Vitória, Espírito Santo
 
Consórcio Betha Stet
(273) 315-8982
r Dom Pedro II, Praia Do Canto
Vitória, Espírito Santo
 

Aprenda a ser criativo com inteligência

Inteligência e Criatividade

Projeto Saber

Antes de mais nada, vamos tentar conceituar, de forma prática, o que vem a ser inteligência e o que vem a ser criatividade.

Inteligência é uma função do cérebro. É a capacidade de organizar as informações, fazer comparações, formular conceitos e propor soluções. Todas as pessoas têm esta capacidade, independentemente de cor de pele, sexo, tamanho da cabeça, escolaridade, nacionalidade etc. Já criatividade é apenas uma "forma de usar essa inteligência". Portanto, todas as pessoas têm potencial criativo. Até as louras, por incrível que pareça!
Por ser uma "função", a inteligência pode melhorar continuamente à medida aprendemos coisas novas, sejam estas "coisas" palavras, conceitos, procedimentos etc. Quer dizer, aprendeu uma coisinha nova agora, melhorou a inteligência mais um pouquinho. É lei da natureza.

O que acontece, na realidade, é que toda vez que aprendemos alguma coisa, esta nova informação é registrada na memória e IMEDIATAMENTE associa-se a todo o conjunto de informações que já estão lá, guardadinhas. Assim, quando raciocinamos sobre qualquer assunto, estamos simplesmente fazendo comparações entre as informações que temos na memória. A coisa funciona mais ou menos assim:

- Tudo o que aprendemos é devidamente registrado na memória;
- Quando temos que resolver determinado problema, buscamos na memória todas as informações que temos sobre o assunto, comparamos e formulamos uma resposta. É justamente por isso que não conseguimos pensar sobre o que não sabemos. Tente pensar num noete prateado e veja como é difícil pra burro. Você só conseguirá pensar num noete prateado se souber o que é noete, não é mesmo?

Acontece que a nossa memória não registra somente dados isolados, como palavras, por exemplo; registra também procedimentos, maneiras de agir e - isto é importante - maneiras de pensar.

Quando aprendemos usar o martelo, por exemplo, registramos na memória o procedimento completo de dar marteladas, desde como segurar o prego até o modo de bater o martelo. Por isso, quando temos que botar um prego na parede, "recuperamos" na memória todo o procedimento aprendido e cumprimos a tarefa naturalmente, praticamente sem qualquer esforço intelectual.

Ocorre, entretanto, que, de repente, o prego pode se recusar a entrar na parede, não é mesmo? Daí então a inteligência nos oferece duas alternativas:
1) desistir da tarefa
2) procurar uma nova solução para o problema

Pois é aí, justamente aí, que o nosso cérebro abre uma portinha mágica que pode nos levar ao maravilhoso mundo do "pensamento criativo". Preste atenção nisso! O "pensamento criativo" é somente uma alternativa que a mente nos oferece para que encontremos uma solução original para um problema teoricamente sem solução. Assim sendo, ser criativo é apenas uma opção intelectual. E todos podem fazer esta opção. É simples, fácil, divertido e faz crescer pra burro a nossa auto-estima.

Fonte: http://www.camarabrasileira.com/projetosaber.htm

Clique aqui para ler este artigo na Portal CMC