Aprenda a preparar sopas saudáveis Macapá, Amapá

Veja no artigo abaixo receitas de como preparar sopas saudáveis pro inverno. A nutricionista fala da importância da escolha dos alimentos. O que é muito importânte também e na combinação dos alimentos.

Benedito P Andrade
(143) 322-2168
tv Treze de Dezembro, 87, Vila Santo Antônio
Ourinhos, São Paulo
 
Rosa Jaramillo
(133) 284-8446
av Ana Costa, 380, Lj 3, Gonzaga
Santos, São Paulo
 
Igor Ra Cunha
(53) 231-2272
av Presidente Vargas, 559, cs 37, Vila Junção
Rio Grande, Rio Grande do Sul
 
Ser Vida e Terra Produtos Naturais
(115) 051-6250
av Jandira, 781, Moema
São Paulo, São Paulo
 
Almazen Mel Prod Naturais Orgânicos e Integrais
(193) 232-5050
r Barreto Leme, 1259, Centro
Campinas, São Paulo
 
Bem Natural
(313) 224-1385
r Alpina, 941, lj 6, Lindeia
Belo Horizonte, Minas Gerais
 
Antônio Barreto Santána
(71) 397-1822
pc Dois de Julho, 11, Campo Grande
Salvador, Bahia
 
Casa do Mel e do Apicultor Ltda
(123) 942-9170
r Dolzani Ricardo, 342, Centro
São José dos Campos, São Paulo
 
Hensa Farma SA Ind Quim e Farmacêutica
(98) 243-2026
r Cobalto, 1, qd 52
São Luís, Maranhão
 
Dall Distr Prod Naturais
(69) 224-3393
av Brasília, 1659, Tucumanzal
Porto Velho, Rondônia
 

Aprenda a preparar sopas saudáveis

O inverno chegou, e junto com ele vem a vontade de ficar em casa assistindo um bom filme em baixo das cobertas, e principalmente, o desejo de comer o tempo todo. É muito comum as pessoas fazerem sopas no inverno para compensar os exageros; porém, não são todas as receitas que apresentam poucas calorias e são benéficas à saúde, mas existem muitas opções que garantem o controle do frio e o equilíbrio do peso ao final do inverno.

Para não errar na hora de preparar a sua, acompanhe as dicas e orientações da nutricionista Ana Flávia Pinheiro.

As sopas são as preparações que, diferentemente da grande maioria dos patos quentes, preservam a água do cozimento das verduras e vegetais, garantindo uma maior proporção de vitaminas e sais minerais.

Variar o sabor é fácil, pois podem conter diversos ingredientes associados e consumidos ao mesmo tempo. E a escolha destes ingredientes é o que diferencia esta preparação como uma refeição completa ou não. Uma sopa tipo caldo, rala, feita apenas com verduras e legumes pode servir como opção de entrada para uma refeição, podendo substituir a salada nos dias mais frios. Além disso, é um forte aliado no controle do apetite para as demais preparações da refeição. No entanto, para substituir uma refeição completa, a sopa deve conter uma fonte de proteína (carne magra, frango, peixe ou ovos) e uma fonte de carboidratos (arroz, massa ou batata), além das verduras e legumes.

O fato de a sopa ser uma preparação “leve”, não significa que pode ser consumida livremente. O controle da quantidade a ser consumida depende do valor calórico da preparação, não podendo se esquecer de levar em conta também o gasto energético de quem irá consumi-la. Combinar a sopa com pães é um costume bastante comum. Esta combinação é bem-vinda quando o caldo não apresenta carboidratos em sua receita. Já nos casos de sopas feitas com arroz, feijão, batata, mandioquinha ou uma massa em sua formulação, o consumo dos pães deve ser deixado de lado.

As sopas que utilizam produtos frescos, vegetais in natura e não são armazenadas por muito tempo são mais saudáveis do que as instantâneas industrializadas, que normalmente são ricas em sódio, corantes, aromatizantes e vários conservantes que podem vir a prejudicar a saúde se utilizados em excesso.

Fonte: Assessoria de Imprensa - Portal Educação

Clique aqui para ler este artigo na Nutrição Virtual