Analisando alunos que tem enxaqueca Dourados, Mato Grosso do Sul

Um estudo observou que adolescentes que têm enxaqueca são mais propensos a ter menores notas no ensino médio. Os pesquisadores destacam que os que sofrem com enxaquecas têm problemas em frequentar à escola, além de apresentarem dificuldade de concentração nos dias em que estão presentes na sala de aula. Leia mais abaixo.

ABRACC - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE AJUDA Á CRIANÇA COM CÂNCER
4062-0078
Dom Aquino, 03
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
 
Esteio Agroveterinaria Imp Exp Ltda
(67) 439-2364
r BR Ladário, 1363
Bela Vista, Mato Grosso do Sul
 
Escola Pré Escolar Ei Grau O Casulo
(67) 383-1107
r Spengier, 135
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
 
Agropecuária Quatro Patas
(67) 387-5577
r Ana Luiza de Souza, 407, Universitário
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
 
Lea B Goes
(67) 387-4938
r Spipe Calarge, 1705, Vila Morumbi
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
 
Epepg Algodão Doce
(67) 363-3295
r Cancao, 53, Recanto Dos Pássaros
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
 
Promosul Fundação Promoção Social MS
(67) 324-3731
r Antônio Norberto de Almeida, 33, Amambai
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
 
Centro Desenv Infantil Renascer
(67) 387-9285
r Estiva, 38, Vila Santo Eugenio
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
 
Pref Mun Corumba Creche Rosa Josetti
(67) 232-4191
av Perimetral, Dom Bosco
Corumbá, Mato Grosso do Sul
 
Ana MD S Ortiz
(67) 382-5498
r Taumaturgo, 1229, Jardim Aero Rancho
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
 

Analisando alunos que tem enxaqueca

Um estudo da Universidade Americana de Washington observou que adolescentes que têm enxaqueca são mais propensos a ter menores notas no ensino médio, e correm mais risco de repetir o ano. Os pesquisadores destacam que os que sofrem com enxaquecas têm problemas em frequentar à escola, além de apresentarem dificuldade de concentração nos dias em que estão presentes na sala de aula.

Os especialistas avaliaram dados de 280 irmãos, e observaram que a enxaqueca estava associada a uma redução de 5% na média de pontuação no ensino médio, 5% nas chances de formar e de 15% na probabilidade de frequentar a universidade.

Além disso, os pesquisadores ressaltam que “ao centrar a atenção nas diferenças entre os irmãos, podemos excluir a possibilidade de que fatores no nível familiar, como o status socioeconômico, possam estar direcionando as relações entre a dor de cabeça da enxaqueca e o desempenho acadêmico”. No entanto, outros estudos devem ser feitos para confirmar esta relação.

"A enxaqueca não é uma simples dor de cabeça, mas sim uma síndrome neurológica que afeta grande parte da população. Podem aparecer náuseas e vômitos ao mesmo tempo. O pior problema da enxaqueca é a perda de rendimento, pois quando a enxaqueca ataca, muitas vezes não conseguimos ler, escrever ou até mesmo pensar", explica a farmacêutica e tutora do Portal Educação, Jeana Mara Escher de Souza.


Fonte: Assessoria de Imprensa - Portal Educação

Clique aqui para ler este artigo na Portal Idiomas