Alcance o sucesso mudando de atitude Itabuna, Bahia

O presente artigo faz um analogia entre a palavra mas... e a palavra e...Sim, mas...Quantas vezes a gente ouve pronunciar essas palavras? Quantas vezes você mesmo as pronuncia? Veja mais no artigo abaixo.

Nexmídia - Marketing & Internet
(73) 3046-3545
Praça Coronel João Borges, S/N, Ed. Multicenter
Jequié, Bahia
 
Leiaute Comunicação e Propaganda Ltda
(71) 2106-6900
r Almerindo Rehem,Cel, 126, An 1, Caminho das Árvores
Salvador, Bahia

Dados Divulgados por
Agência Uno Duo Propaganda
(73) 9134-4523
R. Ruy Barbosa, 156, Centro
Itabuna, Bahia
 
CDC Comunicacao Visual e Sinalizacao
(71) 3351-2709
Rua Metodia Coelho, 62 Sala 110
Salvador, Bahia
 
Accessing Marketing e Comunicação Ltda
(71) 3451-4253
r Metódio Coelho, 91, Prq Bela Vista
Salvador, Bahia

Dados Divulgados por
Rádio Pataxós FM 90,3
(73) 8139-0017
Av. Guaratinga, 523, Centro.
Itabela, Bahia
 
Propeg Comunicação Ltda
(71) 3338-6155
av Sete de Setembro, 2986, Barra
Salvador, Bahia

Dados Divulgados por
Divulgue Eventos e Empresas
(73) 3679-1341
Av. Dos Flamboyants, nº30, Village II
Porto Seguro, Bahia
 
Clube do Desconto
(75) 9168-9244
Rua Leolinda Bacelar de Lima, 551, Centro
Feira de Santana, Bahia
 
Link Bagg Comunicação e Propaganda Ltda
(71) 2101-5255
r Teotônio Vilela, 190, An 4 Sl 401, Faz Coutos I
Salvador, Bahia

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Alcance o sucesso mudando de atitude

por Victoria F. Pauline L.M.T.

“Sim, mas …”- Quantas vezes a gente ouve pronunciar essas palavras? Quantas vezes você mesmo as pronuncia? “Sim, mas eu não tenho dinheiro suficiente.” “Sim, mas eu não tenho força de vontade.” “Sim, mas eu não tenho tempo.” “Sim, mas eu gosto de comer.” Seja para perder peso, mudar a carreira, terminar um mau relacionamento, parar de fumar ou quebrar maus hábitos; se nós estivermos em conflito sobre fazer a mudança, ela pode parecer virtualmente impossível e nós podemos levar anos sentindo-nos presos e frustrados. Muitas vezes, isso se deve ao fato de que sim, mas implica em necessidades mutuamente exclusivas:

“Eu quero voltar à escola, mas preciso economizar dinheiro.”

“Eu quero perder peso, mas eu gosto de comer.”

“Eu quero acabar com esse relacionamento, mas eu tenho medo de ficar sozinho.”

Existe uma solução para esse dilema? SIM, existe. Peça ao seu companheiro ou sócio, ou amigo, para lhe avisar quando você diz: “Sim, mas.” Reveja o que você diz tanto antes como depois da palavra “mas”. Repita a mesma afirmação e substitua a palavra “mas” pela palavra “e”, e procure notar a diferença.

É possível que mudar uma palavra possa fazer diferença? Sim, é. Como? O uso da palavra “mas” implica em uma coisa ou outra. O uso da palavra “e” implica em que ambas as coisas podem existir ao mesmo tempo. “Eu quero perder peso e eu gosto de comer.” “Eu quero terminar esse relacionamento e tenho medo de ficar sozinho.” “Eu quero mudar minha carreira e não sei para o que”. Embora os fatos permaneçam os mesmos, os sentimentos sobre eles mudam. Agora há espaço para discussão sobre como satisfazer ambas as necessidades; agora, as duas partes de você podem começar a negociar, em busca de um resultado ganha-ganha. Isso pode ser feito, portanto faça a você mesmo essa importante pergunta. Você está pronto para abandonar o seu MAS?

Anchor Point, (www.nlpanchorpoint.com) Setembro, 2000
Trad. Hélia Cadore
Publicado no Golfinho n º 71 - Dezembro de 2000

Clique aqui para ler este artigo na Sua Mente